Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Prefeitos de 15 cidades do nortão descartam lockdown por enquanto, mas confirmam toque de recolher unificado

Não foi especificado em qual dia o Toque de Recolher deve entrar em vigor, mas o horário deve começar às 22h00.

0 54

Por enquanto 15 municípios da região norte do Estado não irão decretar o Lockdown, ou seja, o fechamento total do comércio, mas sim adotar um toque de recolher unificado, como alternativa para evitar a propagação do coronavírus.

Um reunião foi realizada na manhã desta quinta-feira (25), em Sorriso, entre os prefeitos dos municípios que compões o Consórcio da Saúde Vale do Teles Pires: Sorriso, Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Tapurah, Itanhangá, Ipiranga do Norte, Santa Rita do Trivelato, Vera, Santa Carmem, União do Sul, Nova Maringá, Cláudia, Nova Ubiratã e Feliz Natal.

De acordo com a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, a decisão sobre não decretar o lockdwon nesse momento foi tomada em conjunto. “Nós não concordamos, foi unânime aqui, não concordamos com o lockdown e sim de estarmos tomando algumas medidas maiores restritivas, a exemplo de unificar o toque de recolher com um horário, algumas medidas também da questão de fechamento de locais públicos”, disse.

Em Sinop o toque de recolher está em vigência desde o dia 19 deste mês. A partir das 22h30 até às 5h00 do dia seguinte é proibida a circulação de pessoas nas vias públicas da cidade. No entanto, o comércio é obrigado a fechar até às 21h30, com exceção daqueles que se enquadram nos serviços essenciais. (Veja aqui quais são os serviços essenciais)

Nas redes sociais, a prefeita de Sinop disse que o toque de recolher nos demais municípios que compõem o Consórcio também entrará em vigor, mas não especificou em qual dia. O horário deve começar às 22h00.

O presidente o Consórcio, prefeito de Itanhangá Edu Pascoski, afirma que a união desses municípios é exatamente para que ocorra um consenso na região, para que não seja necessário fechar o comércio. “Nós temos que ter um entendimento junto com o Ministério Público, Defensoria Pública, Sociedade Civil Organizada, para que a gente possa encontrar meios para restringirmos as coisas, mas que não afete o comércio, as atividades, não afete os empregos”.

Prefeita Rosana Martinelli discursa ao lado do presidente do Consócio, o prefeito de Itanhangá, Edu Pascoski – Foto: Divulgação Assessoria

Mais leitos em Sinop

O Consórcio, ou seja, a união dos 15 municípios, comprou 10 respiradores e monitores que serão utilizados na montagem de mais 10 leitos de UTI no Hospital Regional de Sinop. Atualmente a unidade oferece 20 leitos de enfermaria e 20 leitos de UTI específicos para o tratamento de pacientes com o coronavírus.

O investimento é de aproximadamente R$ 600 mil e os equipamentos devem ser instalados na unidade hospitalar na próxima semana. “Nós estamos comprando os equipamentos revisados, mas com garantia da empresa da sua capacidade de funcionamento e serão pagos somente instalação e verificação. Estamos comprando com um custo acessível, mas com a garantia de funcionamento”, disse a prefeita Rosana Martinelli.

A gestora explica que o Regional de Sinop é a unidade hospitalar da região com estrutura suficiente para disponibilizar mais leitos de UTI. “Lá no Regional tem ainda vaga e estrutura para colocar mais 10 equipamentos e com uma pequena modificação da equipe possa atender mais 10 vagas”, complementa Rosana.

Em Nova Mutum outros 20 leitos também devem ser disponibilizados por meio da iniciativa privada, mas que o Estado deve bancar os custos de manutenção. “Vai custear essas UTI’s aproximadamente a partir do 15, ou 20 de julho, que vai atender a região médio norte do estado”, aponta o presidente do Consórcio.

Kit Covid-19

Outra definição entre os gestores é que, além de Sinop, que já começou a entrega dos medicamentos para auxiliar no tratamento, inclusive de pessoas que apresentam sintomas, neste sentido que ainda são consideradas suspeitas, os outros 13 municípios também irão entregar o Kit Covid-19.

Nesse Kit entregue pela secretaria municipal de Sinop há Hidroxicloroquina, Azitromicina, Zinco, Ivermectina, AAs e Ibuprofeno. Todavia, são liberados apenas com a prescrição médica.

Kit em Sinop contêm Hidroxicloroquina, Azitromicina, Zinco, Ivermectina, AAs e Ibuprofeno – Foto: Secretaria Municipal de Saúde de Sinop

 

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies