Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Sinop terá mais 9 leitos de UTI para Covid-19; Nova Mutum e Sorriso também terão leitos

A parceria foi firmada após o decreto 521/20, que melhora o valor pago pelas UTIs nos municípios

Outros 9 leitos de UTI específicos para tratamento de pacientes com a doença Covid-19 devem ser abertos em Sinop. Isso porque na manhã dessa quinta-feira (11), foi firmada uma parceria entro o Governo de Mato Grosso e o Consórcio de Saúde Vale do Teles Pires.

Na quarta-feira (10), 10 leitos foram disponibilizados no Hospital Regional de Sinop. Eles já haviam sido divulgados e eram para estar disponíveis no dia 4 de junho, entretanto, devido ao atraso, foram abertos nessa quarta.

Além de Sinop, Sorriso também deve receber 10 leitos e Nova Mutum, 20. Ao todo serão 39 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender aos pacientes da Covid-19 da região.

De acordo com o governador Mauro Mendes, a medida, em parceria com o consórcio e prefeituras foi possível porque o Governo do Estado melhorou os valores pagos pelas Unidades de Terapia Intensiva.

“Nós estamos trabalhando muito pelos municípios e por todo o Estado. Nossas ações estão articuladas com os prefeitos das regiões na ampliação dos leitos e na utilização dos recursos destinados pelo Governo Federal no combate ao coronavírus”, destacou.

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirmou que o governo ainda está fechando com o consórcio, mais leitos em um hospital particular da região.

“Nosso trabalho é contínuo. Abrimos leitos, compramos equipamentos, mas ainda temos muito a fazer e vamos continuar o nosso trabalho para atender a população de todas as cidades”, afirmou o secretário.

O presidente do Consórcio, Edu Laudi Pascoski, prefeito de Itanhangá, afirmou que essa parceria é uma via de mão dupla, pois os prefeitos precisam da ajuda do governo, como o governo também precisa da colaboração dos prefeitos.

“O Estado vai garantir a funcionabilidade dos leitos de UTIs, independente dos recursos federais. Essa parceria é fundamental para nós e enquanto prefeitos temos que ajudar, porque temos dificuldades na compra e na locação dos serviços”, ressaltou o prefeito.

“A parceria é extremamente importante e esse diálogo aberto com os prefeitos é o que precisamos”,  destacou o Edu Pascoski.

Essa parceira foi possível, segundo destacado pelo próprio prefeito, por causa do novo decreto publicado na quarta-feira (10.06) pelo Governo de Mato Grosso (Decreto 521), em que para cada leito de UTI, criado a partir desse programa, a prefeitura irá receber o montante de R$ 2 mil por leito.

O financiamento será rateado entre o Ministério da Saúde e o Estado. Será mantido o valor de R$ 1,6 mil do repasse federal e o Estado entrará com mais R$ 400. O recurso é para leito exclusivo de Covid-19.

Já o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, destacou que a semana terminou com um bom diálogo entre o governo e os prefeitos da região. “O diálogo é um grande ganho para o governo e para os prefeitos, pois terminou com a parceria para aumentar o número de leitos”, ressaltou, acrescentando que a região atende mais de 500 mil pessoas e que tem uma infraestrutura que precisa ser melhorada e ampliada.

O prefeito ainda informou que o governo e os prefeitos irão “avançar também no credenciamento dos leitos de UTI nos hospitais particulares”. “Precisamos juntar nossos esforços, como estamos fazendo agora, porque só com a unidade é que faremos a diferença”, ponderou. (Com assessoria)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies
Open chat