Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Polícia Civil cumpre mandados de prisão em investigação de homicídio em Sorriso

A investigação aponta que dois dos possíveis executores do DJ Dudinha foram mortos em retalhação e um terceiro estaria foragido.

0 17

Uma equipe da Polícia Judiciária Civil de Sorriso cumpriu, na manhã desta quarta-feira (29), três mandados de prisão temporária no município. Além das prisões efetuadas, um suspeito está foragido. A Operação ocorre em desdobramento da investigação sobre a morte de Renan Edit, conhecido na cidade por DJ Dudinha.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontam que a morte do DJ possa ter relação à supostas desavenças que tenham ocorrido entre a vítima e a família de sua namorada. Os mandados expedidos são contra a familiares da namorada da vítima, sendo a mãe, uma tia da mãe e uma terceira pessoa, que seria supostamente integrante de uma facção criminosa.

Polícia Civil cumpre mandados de prisão em investigação de homicídio em Sorriso
Renan Eidit tinha 37 anos de idade, era empresário e DJ na cidade de Sorriso. (Foto: Rede Social)

O terceiro suspeito já encontra-se preso e, segundo a investigação, ele teria dado o aval para a execução do DJ Dudinha de dentro do presídio. O crime foi registrado há mais de 30 dias, no estabelecimento onde Dudinha era proprietário. Uma outra pessoa também teve mandado de prisão expedido, mas encontra-se foragido.

Segundo o investigador da Polícia Civil de Sorriso, Wiliam, a mãe e a tia foram coniventes com a execução de Dudinha.

“O que a gente tem concluído é que no mínimo conivente com a situação elas foram, porque nos áudios é bem claro que elas sabiam que a pessoa estava vindo a Sorriso para fazer o serviço, são primo e filho. Nós temos todos os áudios que comprovam isso, não podemos dizer que elas foram mandantes, mas que elas tinham conhecimento e que elas foram coniventes com a situação isso já está provado”, revelou o policial.

Após a morte do DJ Dudinha, outros dois homicídios foram registrados em Sorriso e, segundo a Polícia, podem ter relação com o caso. De acordo com o investigador de Polícia, Wiliam, os suspeitos de efetuarem os disparos contra a vítima podem ter sido mortos em uma possível retalhação.

“A investigação levou que, dos três executores, dois já foram mortos e o terceiro está foragido”, destacou o investigador. Para concluir, o policial disse à imprensa que após a devida apuração, deve-se iniciar as investigações sobre as possíveis retalhações da morte do empresário.

“A gente sabe que provavelmente seja uma retalhação por parte da morte do Dudinha, agora de onde está vindo essa retalhação a gente ainda não têm um inquérito concluído, mas as investigações vão seguir, esse é só um primeiro momento com a prisão das mulheres”, concluiu o investigador.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies