Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Saiba como se comportou o Estado durante quarentena

O movimento nas ruas e avenidas das cidades, ficou reduzido com decretos de paralisação das atividades comerciais e também de atendimento em órgãos públicos.

Com uma população de cerca de três milhões e 224 mi habitantes, Mato Grosso também registrou casos confirmados com coronavírus. No total, são 556 casos suspeitos em todo o território do Estado e 11 pacientes contaminados com a doença.

Diante da situação, as autoridades tomaram medidas preventivas, para a segurança e a saúde dos moradores. As medidas variam de município para município e podem ser consideradas duras ou leves, de acordo com a opinião de cada morador.

Uma das medidas mais polêmicas é o isolamento de pessoas em suas casas, não somente as que possuem sintomas da doença, mas também os demais cidadãos como medida de prevenção à disseminação do vírus.

O Covid-19 causou uma grande preocupação nas pessoas, que passaram à ficar em quarentena domiciliar, com decretos de paralisação de atividades comerciais e também de atendimento de órgãos públicos.

As ruas e avenidas de vários municípios ficaram vazias com a situação, demonstrando um cenário deserto e aparentando dias de feriado. Recentemente, o Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER), que está sediado em Sorriso, realizou imagens aéreas da cidade, onde é possível ver as ruas e avenidas vazias.

Pessoas de toda a cidade estavam, até então, em suas residências com medo do contágio do vírus. Foram dias de várias atividades suspensas pelas autoridades, inclusive celebrações religiosas como cultos e missas.

Veja imagens da área urbana do município de Sorriso, capturadas pela câmera do Helicóptero do CIOPAER.

Veja como se comportou as cidades em tempo de quarentena
Imagem aérea de Sorriso, no início da noite. (Foto: CIOPAER MT)
Veja como se comportou as cidades em tempo de quarentena
Avenidas de Sorriso ficam com fluxo de veículos reduzido, por conta do Covid-19. (Foto: CIOPAER)
Veja como se comportou as cidades em tempo de quarentena
Avenidas de Sorriso ficam com fluxo de veículos reduzido, por conta do Covid-19. (Foto: CIOPAER)

 

Prevenção

Além das medidas de prevenção do contágio do vírus, por parte das autoridades, há também um esforço de pessoas ligadas à mídia e também empresários para que as pessoas tomem devidos cuidados de higiene.

Não há métodos e segredos para uma boa higiene, é necessário apenas que as pessoas sigam os passos básicos de alguns atos como:

  • Lavar bem as mãos;
  • Manter uma distância de 1,5 m das demais pessoas;
  • Utilizar o álcool em gel, quando não for possível lavar as mãos;
  • Ao tossir ou espirrar, cobrir a face com um lenço descartável;
  • Não ficar por longo período de tempo, em locais de grande aglomeração de pessoas;
  • Evitar o compartilhamento de objetos pessoais;
  • Higienizar objetos de uso comum como, telefone fixo, computador, canetas entre outros pertences;
  • Evitar tocar o rosto com as mãos ou qualquer outro objeto infectado.

Além desses atos, é expressamente recomendado que se adotem os devidos procedimentos de higiene básica como tomar banho. Se a pessoa estiver sentindo sintomas leves de gripe, devem permanecer em suas casas com isolamento de demais indivíduos, para evitar o contágio de terceiros.

Foram suspensas as atividades de transporte coletivo em alguns municípios, assim como o trabalho de agências de transporte intermunicipal em rodoviárias do Estado.

Infraestrutura do Estado

No total, são aproximadamente mil leitos de UTIs no Mato Grosso, entre unidade hospitalar pública e particulares. Após o surto do Covid-19, o Governo do Estado, através da Secretária Estadual de Saúde, disse estar adquirindo mais 600 leitos hospitalares, sendo leitos de enfermaria e também de UTIs.

Todos os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) possuem aparelhos respiradores, que são extremamente útil na entubação de pacientes com sintomas grave de coronavírus. O crescente índice da propagação da doença no Brasil e no mundo, deixa as autoridades e profissionais da saúde em alerta.

O Governo do Estado também está construindo, acoplado à unidade do Hospital Metropolitano de Cuiabá, uma estrutura com 200 leitos especificamente para atender pacientes contagiados com o coronavírus.

Médicos do programa Mais Médicos, do Governo Federal, foram liberados para atuar em hospitais de cidades com potencial para o surto do vírus. A pandemia é um alerta da Organização Mundial da Saúde (OMS), que orienta os órgãos governamentais diariamente sobre o vírus desconhecido.

Além dos médicos, o Ministério da Saúde faz o monitoramento diário nos boletins estaduais das secretarias de saúde. Recentemente, nesta segunda-feira (30), o Governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, anunciou o preparo de mais 147 novos leitos para atender pacientes com Covid-19.

Esses leitos estão sendo preparados no Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá. Serão 30 leitos de UTI e 117 leitos de enfermaria. O Governador Mauro Mendes comentou sobre o assunto e disse que o local terá um isolamento, para maior segurança dos profissionais e pacientes.

“Uma parte desse hospital está sendo totalmente isolada e preparada para também se transformar em uma área de referência para atender ao covid-19. Essa área não terá nenhuma conexão com as áreas que continuarão a atender os outros tipos de enfermidades, de doenças, que nós teremos aqui no Hospital Estadual Santa Casa”, afirmou Mauro Mendes.

 

Grupos de risco

Pessoas com mais de 60 anos de idade, pessoas com comorbidades como diabetes, hipertensão, pressão alta, problemas cardíacos e respiratórios estão classificados como pertencentes ao grupo de risco.

Essas pessoas devem permanecer, segundo orientações de cientistas e médicos, devidamente isolados e sem contato físico com as outras pessoas. A medida é tomada por precaução do contágio do vírus.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies
Open chat