Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Delegado afirma que não há indícios que marido colocou fogo na esposa em Sorriso

A polícia informou que Quecia Monteiro é usuária de drogas e também alcoólatra, além de ter um registro em 2019 por ter ateado fogo na casa que morava

O delegado da Polícia Civil de Sorriso, André Ribeiro, assegura, que o homem suspeito de ter ateado fogo na esposa não tem culpa, porém o caso segue em investigação.

Quecia Monteiro está internada com queimaduras graves desde segunda-feira (24), na UTI do Hospital Regional do município. O irmão dela registrou um boletim de ocorrência acusando o cunhado de ter colocado fogo na vítima durante uma briga.

O suspeito havia dito que a esposa ateou fogo no próprio corpo, mas os vizinhos relataram para o irmão da vítima que essa versão do homem não era verdadeira.

Na manhã desta quarta-feira (26), o delegado concedeu uma entrevista coletiva e explicou que não há indícios de que o esposa teria ateado fogo em Quecia.

“Ouvimos pessoas que viram ela chegando na UPA, sendo atendida. Ela em momento algum fala que foi o marido, ela não fala isso. Ela inclusive no momento em que ela chega na UPA ela liga pra ele. Então nós ouvimos várias pessoas e não tem nada que indique que de fato foi ele que colocou fogo nela”, disse André Ribeiro.

De acordo com o depoimento do suspeito, o casal começou uma discussão e então Quecia teria jogado álcool no próprio corpo.

“A queimadura aconteceu com aquele álcool de posto de combustível na parte da frente do corpo. O rapaz também está com o braço um pouco machucado, queimado, porque ele tentou apagar isso. Ele não viu o momento que ela ateou fogo, ela veio lá de dentro, ela tava no quarto e veio para a sala e na sala ele tentou apagar. Ele chamou um táxi, um táxi levou  a menina até a UPA, ele pagou esse táxi”.

O delegado ainda aponta que Quecia não culpou o marido. “Ela em momento algum relatou para os médicos que o marido colocou fogo, pelo contrário, ela fica quieta”.

Histórico

De acordo com a polícia, Quecia já tem um registro em janeiro de 2019, por ter ateado fogo na residência onde morava. ‘Na época ela foi presa em flagrante pelo crime de incêndio, inclusive perdeu a guarda das crianças e conseguimos estudar que o caso não é bem assim como se conta ali”.

A polícia também informou que Quecia é usuária de drogas e também alcoólatra. Ela continua internada no Hospital Regional de Sorriso. (Colaborou TV Sorriso)

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies