Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Mais de 6 mil pessoas foram internadas por problemas respiratórios no 1º semestre

1 92

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgados nesta quinta-feira (22), foram registradas 4.873 internações decorrentes de problemas respiratórios em todo o estado, de janeiro a junho deste ano. A SES ainda não informou o número de internações em julho e agosto de 2019.

Segundo a secretaria, nos primeiros seis meses de 2018 foram registradas quase 6 mil internações em razão de doenças respiratórias. Durante todo o ano, mais de 10 mil pessoas foram internadas com problemas respiratórios.

Somente em julho do ano passado foram 894 internações. Em agosto, 850.

Leia também: Sinop está em estado de alerta devido baixa umidade do ar

Conforme o pneumologista Lamberto Mário Henry, as complicações respiratórias são muito comuns nessa época do ano. Segundo ele, o tempo seco e a baixa umidade contribuem para o ressecamento das vias respiratórias e estimulam a tosse, a falta de ar, sensação de cansaço e até sangramento.

“As pessoas buscam mais os serviços de pronto atendimento com este tipo de queixa, nesta época do ano. A maior parte dos atendidos é criança. Elas e os idosos são os que mais sofrem”, explicou ele.

Dessa forma, é preciso buscar estratégias para minimizar os sintomas. Uma delas, segundo o médico, é aumentar o consumo de água e hidratar o ambiente onde se passa mais tempo, ou o quarto durante a noite.

Lamberto explica que as crianças são muito sensíveis porque o sistema respiratório é menos maduro. Então, ele sugere que os pais estejam atentos e mantenham os pequenos hidratados. “É preciso que os pais ofereçam água para a criança, porque ela só vai pedir quando estiver com muita sede. Então, a cada meia hora é bom dar um pouco de água para a criança”. (Do G1 Mato Grosso)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies