Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Aterro Sanitário começa a operar e Sinop pode economizar cerca de R$ 100 mil ao mês

Desde o início do mês, o município deixou de levar os resíduos sólidos até o aterro sanitário de Primaverinha, reduzindo o trajeto de 140 km para 25 km.

O município de Sinop, desde o início do mês, passou a contar com um aterro sanitário, deixando de transportar os resíduos sólidos produzidos na cidade, até o distrito de Primaverinha, onde fica localizado o aterro sanitário de Sorriso, há mais de 140 km. São cerca de 130 toneladas de lixo coletadas ao dia, em Sinop.

A empresa responsável pelo aterro sanitário, em Sinop, é a mesma que recebia os resíduos em Sorriso, a Sanorte. Conforme já divulgado pela 93 FM, a empresa recebeu a liberação para operação da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA), no mês de junho. O aterro está localizado próximo à MT-140, que liga Sinop à Santa Carmem.

Aterro Sanitário de Sinop começa a operar e município pode economizar cerca de R$ 100 mil ao mês
O aterro sanitário atenderá Sinop e outros municípios da região, reduzindo o impacto ambiental. (Foto: Reprodução)

São 101 hectares ao todo, adquiridos pela empresa, para realizar todo o processo de armazenagem de lixo produzido na cidade de Sinop e em outros municípios da região. Em entrevista à 93 FM, a secretária municipal de Meio Ambiente, Ivete Mallmann, disse que o aterro não atenderá apenas Sinop.

“Esse é um aterro sanitário que não atenderá somente o município de Sinop, mas toda a região. Então é muito importante também a população saber que a gente não estará atendendo somente nós, que somos o município polo, mas toda a região abrangente do nosso entorno”, destacou a secretária.

Existe uma expectativa de que o município gere uma economia de cerca de 100 à 120 mil reais, ao deixar de realizar o trajeto até Sorriso, com mais de 140 km. Para o secretário de obras de Sinop, Edilson Ribeiro (Ticola), além da economia a ser gerada, Sinop sairá de pendências ambientais.

“Hoje nós estamos entregando diretamente ao aterro sanitário. Quando nós levávamos no transbordo, nós tínhamos uma grande dificuldade, porque ali nós tínhamos funcionários, iluminação, um motor estacionário e acabamos com tudo isso. Além disso, saímos de uma questão ambiental, a qual estávamos sendo cobrados”, disse o secretário.

No município, existem os caminhões responsáveis pela coleta de lixo urbano, que levavam o material até o ponto de transbordo, onde os resíduos eram destinados até o aterro sanitário de Primaverinha. De acordo com a empresa Sanorte, a cidade e a região passarão a ter as seguintes vantagens.

  • Disposição controlada dos resíduos para minimizar danos ao meio ambiente;⠀
  • Diminuição das despesas com a logística de transporte, agora que o material é destinado em local mais acessível;⠀
  • Não atrai animais causadores de doenças porque há cobertura e compactação dos resíduos om terra;⠀
  • Não contamina o lençol freático com chorume, além de não poluir o ar com mau cheiro; ⠀
  • Evita contato humano direto com o lixo, beneficiando a saúde pública.⠀
  • Geração de emprego e renda, com programa de saúde e segurança para o trabalhador.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies