Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Hospital da Visão passa a receber pacientes com covid-19 em Sinop

A estrutura foi emprestada pelo Lions Clube de Sinop, e deve atender exclusivamente os pacientes do município.

O Hospital da Visão de Sinop passou a realizar atendimentos de pacientes com suspeita de covid-19, exclusivamente do município. A estrutura foi emprestada pelo Lions Clube da cidade, que possui o prédio que ainda não estava em funcionamento. Na manhã desta quarta-feira (22), a prefeitura inaugurou o espaço.

Para que o prédio passasse a funcionar como uma unidade de atendimento exclusivo para pacientes de Sinop, a prefeitura adquiriu alguns equipamentos clínicos, que já foram devidamente instalados. Algumas adequações foram necessárias, como a instalação de oxigênio e leitos semi-intensivos.

Hospital da Visão passa a receber pacientes com covid-19 em Sinop
São 21 leitos distribuídos em enfermarias, semi intensivo e de estabilização. (Foto: Assessoria)

Apesar da estrutura e equipamentos instalados no Hospital da Visão, a prefeitura de Sinop optou por não realizar o credenciamento ao Estado, pois isso faria com que o município atendesse casos da região toda.

“Essa estrutura é para casos do município de Sinop. Nós não regulamos ela no SUS. A estrutura de semi UTI requer profissionais adequados, tivemos que fazer todos os trâmites e processos legais”, destacou a prefeita.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a prefeitura de Sinop começou a receber pacientes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o que acabou gerando um grande fluxo de pessoas. Segundo o secretário municipal de Saúde, Dr. Kristian Barros, o intuito do Hospital é para dar mais segurança aos pacientes da UPA e conforto aos demais.

“A ideia é tirar esse vínculo da UPA com relação à doença covid, ou seja, a gente já tinha montado a estrutura externa da UPA, mas mesmo assim, a gente tenta desvincular para que não haja nenhum tipo de contaminação do outro paciente, que já estava em tratamento”, revelou o secretário de saúde.

Hospital da Visão passa a receber pacientes com covid-19 em Sinop
A unidade conta, por enquanto, com 7 leitos semi intensivos. (Foto: Assessoria)

Segundo o secretário, apenas nesta terça-feira (21), cerca de 100 pessoas já passaram por consulta médica, sendo três internadas na mesma noite. Ao todo, são dois consultórios médicos e 21 leitos divididos em sete leitos de estabilização, sete leitos de enfermaria e sete leitos semi-intensivo.

“São médicos 24 horas atendendo, se revezando a cada 12 horas. Temos os leitos que são para estabilização, com aproximadamente quatro camas, ou seja, o paciente pode se estabilizar e ir embora. Se o paciente não estabilizar, ele é internado no leito de enfermaria e, se avançar ou já chegar em estado grave ele já foi para o semi intensivo”, relatou Barros.

O Hospital já havia sido cedido pelo Lions Clube, no mês de abril, para que o município pudesse realizar as adaptações necessárias. Equipamentos do próprio hospital ainda não foram entregues e, enquanto isso, o prédio funciona como base de atendimento para pacientes com Covid-19.

De acordo com a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, a unidade só começou a receber pacientes em julho, devido aos trâmites burocráticos, que são necessários para esse tipo de implantação.

“A estrutura de semi UTI requer profissionais adequados. Nós tivemos que fazer uma concorrência pública, fizemos todo o tramite legal para que pudesse estar hoje oferecendo para toda a sociedade sinopense”, disse a prefeita.

Martinelli ainda garantiu a segurança dos profissionais e pacientes que passarem pela unidade adaptada.

“Nós não poderíamos estar colocando pacientes de alta complexabilidade todos misturados em um ambiente só, de quem está iniciando e fazendo os testes. Então aqui hoje, tem essa segurança adequada, os departamentos, as equipes contratadas, todas com os EPIs para a proteção e inclusive aqui vai estar funcionando os respiradores, monitores e as cápsulas que recebemos do SENAI que evita a contaminação, principalmente dos profissionais”, enfatizou Rosana.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies