Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Restos mortais de jovem é encontrado 7 meses após desaparecimento

Um suspeito confessou o assassinato, e revelou aonde estava o corpo, bem como a motivação do crime; acesse e confira todos os detalhes!!

Corpo do jovem João Vitor de Jesus Soares, 20, foi encontrado nesta quarta-feira (2), em Tangará da Serra (239 km ao Médio-Norte de Cuiabá), depois de quase 7 meses do seu desaparecimento. Um rapaz de 24 anos, ligado a uma facção criminosa, foi preso pela Polícia Civil e confessou o crime, indicando o local onde esconderam o corpo da vítima. A motivação, segundo ele, seria o envolvimento do rapaz com a mulher de um dos membros da facção.

Polícia Civil já investigava o desaparecimento do jovem e um inquérito estava em andamento, quando na manhã desta quarta-feira (2), cumpriram mandados de prisão contra os suspeitos do caso. Um deles, W.R.M., 24 anos, foi preso em casa, por volta das 6h, no bairro Jardim Paulista.

Ele foi levado para a delegacia, onde em depoimento, confessou que João foi morto no ano passado e que o corpo estava enterrado em uma área de mata da cidade. Investigadores foram até o local indicado pelo suspeito e após escavação, encontraram os restos mortais do rapaz.

Perícia Oficial e de Identificação Técnica (Politec) foi acionada para a ocorrência, onde também encontrou na proximidade, um calçado da vítima, bem como um pedaço de madeira utilizado para matar o jovem.

Delegada que investigou o caso, Alessandrah Marques Alecrim, explicou que a vítima foi atraída até a casa de um dos investigados. Lá, estavam mais dois criminosos, que iniciaram as agressões. Depois, de carro, eles foram levados para o local onde ele foi morto e enterrado.

Duas pessoas, sendo um homem e uma mulher, também estão com mandado de prisão decretado. Eles foram procurados durante a quarta-feira, mas não foram localizados. O suspeito preso confirmou que o crime foi motivado pelo envolvimento da vítima com a mulher de um dos membros do Comando Vermelho.

O grupo chegou a ter uma discussão em um bar e que, depois disso, o crime já tinha sido acertado. Polícia continua em diligências para encontrar os outros investigados no caso do jovem.

Restos mortais de jovem é encontrado 7 meses após desaparecimento
(Divulgação)

(Com Gazeta Digital)

Leia Também –

Acompanhe outras Notícias no Jornal Integração

 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies