Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Sem melhora após prorrogação de decreto, Mendes não descarta medidas mais rígidas

O governador apontou que, mesmo o decreto tendo sido cumprido por 15 dias e renovado, os resultados não aparecem de imediato.

Na tarde de terça-feira (16), o governador Mauro Mendes (DEM), disse a  imprensa que, caso o cenário da pandemia se agravasse no estado, poderia tomar medidas mais rígidas. O gestor afirmou que ainda não foi possível verificar um recuo da pandemia da covid-19 em Mato Grosso mesmo após execução do decreto estadual com medidas restritivas. 

A fala de Mendes foi dada como resposta após o chefe do Executivo estadual ter sido questionado a respeito da prorrogação do decreto estadual que determina toque de recolher e restrição do horário de funcionamento de comércios em todo o estado.

Ao falar sobre o tema, o governador Mauro Mendes apontou que, mesmo o decreto tendo sido cumprido por 15 dias e renovado, os resultados não aparecem de imediato. Mendes citou estresse no sistema de saúde e pediu para que as pessoas contribuam mais, respeitando as medidas impostas.

“O decreto foi prorrogado hoje nas mesmas bases em que o editamos há 15 dias. Nós não temos até o presente momento nenhuma mudança no cenário epidemiológico positivamente para que possamos diminuir aquilo que estabelecemos há 15 dias”, disse.

“Temos pessoas nas filas de UTIs. Temos grande número de contaminações. Não foi possível ainda perceber uma redução sensível e ela não ocorre nos primeiros dias. Nós precisamos que as pessoas colaborem mais, contribuam mais para que daqui 15 ou 17 dias, no dia 4 de abril, tenhamos condições de refluir”, acrescentou.

Com a prorrogação do decreto, o governador irá reavaliar o curso da pandemia no estado. Em caso de agravamento da doença, medidas mais severas deverão ser adotadas.

“Mas neste período se tivermos um agravamento poderemos sentar e rever ou positivamente ou mais restrições poderão ser dadas se houver uma piora no cenário da saúde em Mato Grosso”, finalizou.

(Com Gazeta Digital)

Leia também – Ari Lafin Faz Críticas A Medidas Adotadas Pelo Governo Do Estado

Acompanhe essa e outras informações no Jornal a 93FM 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies