Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Informações do cadastro do Auxílio Emergencial poderão ser contestadas; diz ministro Lorenzoni

Canais para contestação de dados deve ser lançando na próxima semana e estudo para prorrogação das parcelas do Auxílio Emergencial já é estudada; diz Lorenzoni.

0 55

As pessoas que realizaram o cadastro para receber o Auxílio Emergencial, mas que de certa forma não foram aprovadas e alegam que têm o direito de receber o benefício, poderão contestar a resposta por parte da Caixa Econômica Federal.

A informação foi confirmada pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, durante uma entrevista, por telefone, ao Jornal da 93 na manhã desta quarta-feira (27). “Nós estamos montando as equipes, eu tô com a expectativa de anunciar na próxima semana o acesso pelo 121, que é o nosso telefone lá do Ministério, ou através do site do Ministério da Cidadania. Nós vamos sim anunciar na próxima semana, assim eu espero, esses canais para contestação”, disse.

Ouça o podcast da entrevista com o Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni:

Lorenzoni confirmou que o aplicativo da Caixa apresentou diversas falhas que dificultaram as análises.  Onyx também disse que esse procedimento será realizado por meio da trabalho humano, ou seja, não será analisado apenas pelos computadores. “Esse tipo de situação precisa do olhar humano, não é a máquina que faz isso, precisa analisar documentos, Esse tipo de consideração precisa do olhar humano, precisa de um técnico que vai analisar documentos, os dados, pra poder fazem o que tem que fazer, que é a justiça”.

O ministro orientou a população, para que, até que esses canais sejam oficialmente anunciados e liberados para a realização da contestação, que acessem o site da Dataprev Auxílio Emergencial. “Lá tem a condição de qualquer pessoa. Se tiver qualquer dúvida, ou cadastro inconclusivo, ou coisa desse gênero, entra no aplicativo da Caixa e recadastra, segue direitinho os passos do aplicativo, porque isso nos obriga a correr de novo no sistema”, complementa Onyx Lorenzoni.

É importante que todos os dados sejam analisados e inseridos de maneira correta, sem nenhum erro, pois caso ocorra algum desencontro de informações, o sistema que faz a análise dessas informações, pode travar.

Outro ponto mencionado pelo Ministro, é em relação as fraudes ocorridas com os dados e números de CPF’s das pessoas, que, segundo o Onyx, em um levantamento junto a Polícia Federal, foi verificado que no final de semana do dia 4 e 5 de abril, 180 mil pessoas forneceram todos os dados para fraudadores. “Realmente a gente está com uma força tarefa com a Polícia Federal, da Controladoria Geral da União, o Serviço de Segurança Cibernética da Caixa Econômica está trabalhando para que esse auxílio não vá para as mãos de pessoas erradas.

Prorrogação do Auxílio

O ministro não confirmou se haverá uma prorrogação das parcelas do Auxílio Emergencial. Mas há a possibilidade de que esse benefício seja estendido para a população brasileira, conforme os reflexos da pandemia do novo coronavírus. “Nós discutimos, o ministro Paulo Guedes (Economia), já discutiu esse assunto, o presidente já discutiu esse assunto. Nós estamos discutindo internamente. Vamos aguardar pra ver como vamos evoluir”.

Onyx também afirmou que durante a tarde desta quarta teria uma reunião com o ministro Paulo Guedes, e a pauta seria sobre o possível prorrogamento. “O que está garantido são as três parcelas. Assim que tiver tomada a decisão por parte do governo e claro, do presidente Bolsonaro, que é o nosso comandante, e a quem a gente tem absoluta lealdade, a gente vai poder anunciar. Hoje são garantidas as três parcelas para todos e nós vamos aguardar esse estudo e claro a decisão do presidente”.

Assista a entrevista com o Ministro Onyx Lorenzoni a partir do minuto 26:

Onyx Lorenzoni fala sobre Auxílio Emergencial

Ministro da cidadania Onyx Lorenzoni tira dúvidas Ao Vivo sobre Auxílio EmergencialINSCREVA-SE NO CANAL https://www.youtube.com/radio93fmoficial

Gepostet von 93fm am Mittwoch, 27. Mai 2020

Liberação de recurso

Governo Federal garantiu, nessa terça-feira (26), mais R$ 28,7 bilhões para o pagamento do Auxílio Emergencial às pessoas em situação de vulnerabilidade durante a pandemia de Covid-19. O Diário Oficial da União trouxe a Medida Provisória nº 970, que abre crédito extraordinário de mais de R$ 29 bilhões em favor dos Ministérios da Cidadania e da Saúde.

Do total de recursos liberados nessa terça, R$ 338 milhões são destinados ao Fundo Nacional de Saúde e R$ 28,7 bilhões complementam o orçamento para pagamento das parcelas do Auxílio Emergencial, em valores que vão de R$ 600 a R$ 1.800.

Segundo informações da Caixa Econômica totalizadas na segunda-feira (26.05), o pagamento do Auxílio Emergencial já contempla 55,9 milhões de pessoas, incluindo beneficiários do Bolsa Família (PBF), em um investimento de R$ 65,5 bilhões. Os recursos da primeira parcela contabilizaram, até agora, R$ 39,4 bilhões e chegaram a 19,2 milhões de beneficiários do PBF (R$ 15,2 bilhões), 10,5 milhões com pedidos via Cadastro Único (R$ 7 bilhões) e 26,2 milhões de solicitações pelo aplicativo ou site da Caixa Econômica (R$ 17,2 bilhões).

 

 

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies