Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Consciência Negra: A Luta Contra a Discriminação de Desigualdade Social Ainda Não Chegou ao Fim

Dia da Consciência Negra

1 18

No dia 20 de novembro é celebrado em todo território nacional o dia da Consciência Negra, cujo o objetivo é relembrar a importância de pensarmos sobre a percepção cultural e histórica da população negra.

O dia da consciência negra foi criado no ano de 2003.

Do ponto de vista biológico, todos nós seres humanos somos exatamente iguais, e não há nenhuma distinção por parte da natureza.

Mas socialmente falando, o preconceito e a discriminação racial, que tiveram seu início desde de os primórdios da humanidade, deram início a teorias totalmente equivocadas de que os seres humanos possuem “raças”, e que umas são superiores às outras.

Mas como mencionado acima, internamente somos todos iguais.

Se você tirar a pele de vários seres humanos, verá que não há nenhuma diferença entre eles.

Discriminar uma pessoa por sua aparência, cor, característica ou qualquer outro fator é algo totalmente cruel, que deixará marcas na pessoa pelo resto de sua vida.

O sofrimento, a repressão, a angústia, as marcas, as dores e todo o desemparo sofrido pelos negros ao longo da história jamais conseguirão ser reparados.

Essa é uma dor eterna na história da humanidade.

Agimos como monstros, desprezamos nossos irmãos e nos comportamos como seres selvagens, desprovidos da capacidade de pensar.

E engana-se quem pensa que o sofrimento da população negra é algo do passado.

Como mencionado acima, as marcas dessa parte da nossa história jamais serão apagadas.

Todos os dias, centenas de pessoas sofrem diariamente com o preconceito.

Sofremos em silêncio, nossos corações adoecem por dentro, envoltos em um sofrimento sem fim.

Consciência Negra

O dia da consciência negra é uma oportunidade de lembrarmos toda a garra de centenas de milhares de pessoas que lutam até hoje para superarem a discriminação racial.

As marcas da escravidão criaram barreiras entre nós, trazendo muita dor e sofrimento para a população negra.

Lamentavelmente é possível afirmar que a escravidão acompanha a humanidade desde seu início.

Há registros históricos que comprovam que o trabalho escravo já existia nas primeiras civilizações, principalmente no Egito, na Grécia e em Roma.

Antes mesmo da colonização das Américas, a escravidão já era praticada no continente africano.

Escravidão no Brasil

Não se sabe ao certo o número de escravos traficados no Brasil durante o período colonial.

tráfico negreiro teve seu início em nosso país no ano de 1520, e seu término decretado pela Princesa Isabel em 1888.

Quando o Brasil foi proclamado uma república em 1889, documentos importantes sobre a história do povo africano foram queimados.

Os governadores daquela época queriam apagar as cicatrizes da escravidão no Brasil para que fossemos mais prósperos.

O que acaba se tornando uma utopia!

Tendo em vista que o trabalho escravo existiu no Brasil por pelo menos 400 anos.

Segundo relatos históricos, o Brasil foi o último país do mundo a abolir a escravidão.

Dessa maneira, ao assinar a abolição da escravatura, a Princesa Isabel colocou fim a um dos períodos mais dramáticos do Brasil.

As revoltas e os conflitos em torno da escravidão eram inúmeros e incontroláveis.

Assim, o país não poderia mais depender do trabalho escravo.

Após a aprovação da Lei Áurea, cerca de 800 mil pessoas ganharam a liberdade, mas o fim da escravidão trouxe outro problema ao país.

Após serem libertos, os afrodescendentes não possuíam absolutamente nada, nem moradia, nem trabalho.

Por este motivo, alguns ex-escravos até optaram por permanecer trabalhando para seus ex-donos.

Em troca de salários absurdamente baixos.

Porém, outros decidiram ir para as grandes cidades e grandes centros comerciais em busca de salários melhores e condições de vida mais dignas.

Mas mesmo com o passar dos anos as marcas do trabalho escravo são notavelmente visíveis na história e cotidiano do povo brasileiro.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies