Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Com 22 feminicídios em 4 meses, Mato Grosso tem aumento de quase 50% desse tipo de crime em 2020

0 26
No primeiro quadrimestre de 2020 foram registrados 22 feminicídios em Mato Grosso. Os dados, da Superintendência do Observatório de Violência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), são considerados preliminares, pois podem ocorrer modificações em alguns casos. Isso porque, após investigação policial e definição de autoria e motivação, podem ser classificados como homicídio doloso.

Esse tipo de crime aumentou 47% em relação ao mesmo período de 2019, quando ocorreram 15 casos. O mês de março foi o que apresentou mais ocorrências este ano: foram sete. Já em março do ano anterior foram dois feminicídios. Os meses de janeiro, fevereiro e abril de 2020 apresentaram cinco casos cada, enquanto em 2019 foram seis, três e quatro, respectivamente.

O Observatório também concluiu o levantamento de homicídios de vítimas femininas (todas as idades), que incluem todas as motivações. De janeiro a abril de 2020 foram registrados 28 casos, contra 31 no mesmo período de 2019 e 30 em 2018. Do total deste ano, um caso ocorreu em Cuiabá e o restante em municípios do interior do Estado.

Entre as motivações estão a passional (57%), a apurar (14%), vingança ou rixa (11%), drogas (7%), fútil (7%), e erro de execução (4%). Quanto ao meio empregado, a arma cortante ou perfurante foi a mais utilizada (54%), seguida de arma de fogo (21%), outros (11%), e arma contundente e força muscular (7% cada).

Com relação às ocorrências envolvendo vítimas femininas de 18 a 59 anos de idade em Mato Grosso, o primeiro quadrimestre deste ano apresentou redução de 14% em relação ao ano passado. Foram feitos 12.707 registros em 2020, enquanto entre janeiro e abril de 2019 foram 14.757. Os crimes de ameaça aparecem com 5.871 casos este ano e 6.889 no ano anterior (-15%), lesão corporal com 3.083 registros agora e 3.356 em 2019 (-8%), e estupro com 123 em 2020 e 130 no ano passado (-5%). (Da assessoria)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies