Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

SINOP: Suspeitos envolvidos em chacina são presos em comemoração

A festividade com que os suspeitos foram presos, era a comemoração das execuções que foram concluídas, pela facção criminosa de Sinop, na madrugada de Natal.

Neste sábado, 25 de dezembro em Sinop. Sete pessoas foram presas, no Bairro Jardim das Oliveiras, suspeitos de estarem envolvidos na chacina ocorrida na véspera de Natal em Sinop. Segundo as informações que estão sendo analisadas, o bando estava festando, em comemoração as mortes que ocorreram a mando do tráfico.

Na ocorrência de patrulhamento, foram presos os suspeitos, sendo:  um homem de 35 anos, duas mulheres de 25 e 50 anos, e jovens de 18, 19, 22 e 28 anos. Na residência foram encontrados, três tablets de maconha, duas munições intactas de calibre 38, e uma arma garruncha sem número de série com calibre 22, e um revólver calibre 38.

Segundo as informações coletadas do boletim de ocorrência, a agência regional de inteligência, recebeu a informação, de que na casa de um suspeito, identificado com o vulgo de Nego Drama, estaria acontecendo um churrasco, em comemoração à chacina ocorrida, no Jardim Umuarama durante a madrugada. Foi iniciada a campana dos agentes, quando foi confirmada uma grande movimentação de suspeitos com passagens criminais no local.

Em um certo momento, os agentes ouviram um dos suspeitos afirmarem que realizaram homicídios a mando do nego drama, pois as vítimas fatais seriam da facção criminosa, denominada PCC (Primeiro Comando da Capital), sendo rival da facção criminosa Comando Vermelho, a quem este vulgo Nego Drama, está na função de gerente na cidade de Sinop.

Ainda é informado que as vítimas fatais, informaram em um almoço na marmitária no Jardim Umuarama, de que vieram do estado de Goiás, e seriam integrantes da Facção criminosa PCC, e que este motivo foi o suficiente para o gerente de Sinop, arquitetar todo o plano da chacina, arrumando armas, carro e criminosos para as execuções.

Durante a conversa desses suspeitos, ouviram eles relatando que foram para a “Missão” como Uno cor preta, e que todos eles ficariam reconhecidos, a nível de estado dentro da facção Comando Vermelho, por eliminar os seus rivais. Diante disso, a equipe do RAIO, recebeu as informações da ARI, e se deslocou para o endereço, localizando sete pessoas debaixo de uma árvore, fazendo o churrasco.

Ao tentar realizar a abordagem, houve resistência por parte dos suspeitos, tentando agredir os policiais e ainda fugir do local. Foi utilizado o uso da força para realizar a imobilização e a prisão dos suspeitos. Durante as buscas, foi localizado no chão ao lado onde estava sentado o Vulgo Nego Drama, um revólver calibre 38, com duas munições intactas.

Em diligencias dentro da residência, onde os suspeitos estavam,  localizaram debaixo do colchão do quarto, uma garruncha calibre 22, e dentro de uma caixa no quarto, havia 03 tablets de substancia análoga a maconha.

Em conversa com os militares, o vulgo nego drama relatou que os homicídios foram realizados a mando da facção criminosa, através do vulgo sapateiro, (Acusado como mandante da morte, do Ex jogador do Sinop, Willian Santana), sendo responsável pela facção a nível de estado.

Ele relatou que além da chacina realizada na madrugada de natal, eles também planejaram as mortes ocorridas no Jardim Paulista, com uma outra chacina de 04 mortos, onde seriam da mesma forma integrantes do PCC, sendo rivais do Comando Vermelho.

Foi dado voz de prisão e todos os suspeitos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Sinop.
O caso será investigado pela DHPP de Sinop, que através de um inquérito, dará procedimentos ao caso.

Relembre o caso

Na madrugada de Natal no município de Sinop, um triplo homicídio foi registrado na capital do Nortão. Três homens foram brutalmente assassinados, em uma KitNet localizado no Bairro Jardim Umuarama II em Sinop. Um quarto indivíduo foi atingido e está em estado grave no Hospital Regional de Sinop.

Segundo as informações, os homens estavam em uma marmitaria ingerindo bebida alcóolica, na rua José Gonçalves, no Bairro Jardim Umuarama II. Logo após já na residência, por volta das 04h, vários criminosos encapuzados, invadiram a residência, alegando que eram policiais. Os criminosos pouparam um casal, e depois começaram as execuções.

Com as informações do KB2 Notícias sobre o triplo homicídio, a dona da marmitaria disse que os homens invadiram os locais, falando que eram policiais, mas com linguajar contendo gírias, e que os mesmos pediram para que ela ficasse no quarto. Um de seus filhos, que tinha acabado de chegar na cidade, foi acertado pelos disparos.

As vítimas moravam no fundo, e eram do estado do Maranhão. Dois deles afirmaram antes do crime, que pertenciam ao PCC (Primeiro Comando da Capital), e que foram alertados.

As vítimas do triplo homicídio, são identificadas como: Leandro Nascimento Costa de 35 anos, Daniel Faria de 23 anos, que morreram no local. O jovem Robert Andrade de Souza de 18 anos, chegou a ser socorrido, mas acabou morrendo no trajeto. E o quarto atingido pelos disparos, tem 30 anos e está em estado grave.

O triplo homicídio será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa em Sinop.

Leia Também

Homem É Preso Por Tentativa De Roubo A Banco E Cárcere Privado Em MT

Roberto Dorner Recebe Prêmio De Prefeito Destaque Do Ano Em MT

Tentativa De Roubo Deixa Pessoas Baleadas Em Sinop

Acompanhe outras notícias no Jornal Integração

 

 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies