Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Santa Casa volta a atender na segunda com alta complexidade, afirma Mauro

0 24

Os atendimentos para a população mato-grossense na Santa Casa de Cuiabá terão início na próxima segunda-feira, dia 29 de julho. O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes durante inauguração das instalações da unidade, na manhã desta terça-feira (23), com a presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

A unidade voltará a atender após o Estado assumir a gestão da unidade de saúde, que estava de portas fechadas desde março deste ano, e investir na realização de reforma e readequação de todo o prédio durante 60 dias, além de realizar a contratação de servidores para o atendimento. Mauro afirma que pela primeira vez Mato Grosso passa a ter um hospital de alta complexidade sob gestão estadual.

“Só quem conheceu a Santa Casa antes sabe o que esta equipe conseguiu fazer em 60 dias nessa unidade. Mato Grosso passa pela primeira vez ao longo da sua história a ter um Hospital Estadual de Alta Complexidade em Cuiabá. Era uma disfunção do nosso sistema de Saúde não termos na Capital um Hospital referência do Estado. Na segunda-feira teremos 80% dos serviços funcionando normalmente e atendendo a nossa população”, comemora o governador Mauro Mendes.

Na solenidade de inauguração, o governador agradeceu ao presidente da República, Jair Bolsonaro, ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, aos deputados estaduais, federais, senadores, e toda equipe envolvida na restruturação, que somaram forças para reorganizar a Saúde de Mato Grosso, e para a reabertura do Hospital.

“Sem o apoio do Ministério dificilmente estaríamos fazendo esta reabertura do Hospital, que vai ser fundamental para o equilíbrio e o desempenho da Saúde de Mato Grosso. Quero agradecer muito à nossa bancada federal que também empenhou muito, aos nossos senadores que estiveram comigo, e isso foi fundamental para que pudéssemos costurar este apoio”, afirma o chefe do Executivo sobre o aporte financeiro recebido do governo federal.

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, visita estrutura do Hospital Santa Casa. Foto: Tchelo Figueiredo.

onforme o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, quem ganha com a nova unidade é a sociedade de Mato Grosso. Além do recurso de aproximadamente R$ 2 milhões para a reforma, o ministério disponibilizou uma equipe federal para credenciar todos os serviços novamente junto ao SUS.

“Isso que estão fazendo de reabrir, com o esforço do Mauro e de sua equipe, é um respeito com todos que já fizeram anteriormente um chamado para ajudar. É para que a gente não perca as nossas raízes mato-grossenses, e a Santa Casa talvez seja o maior símbolo na área de Saúde, de tudo que foi feito na área da Saúde”.

O secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, ressaltou a reforma administrativa que ocorreu na unidade para tornar possível a gestão do Hospital.

“Estamos entregando à população um Hospital vocacionado a alta complexidade, que vai atender a toda a população, 100% pelo SUS, financiado pelo Estado e pelo governo Federal”, pontuou o secretário durante a solenidade.

Com a nova estrutura e organização da gestão estadual, a folha de pagamento foi “enxugada” para possibilitar a reabertura da unidade. A maior parte dos novos contratos é com Pessoa Jurídica (PJ), por equipe, nas áreas de enfermagem, e no setor administrativo, que envolve setor de psicologia, nutrição clínica, assistente social, fisioterapia. Nesta primeira etapa, foram contratados 255 servidores, dos quais 101 já eram funcionários da antiga Santa Casa.

O paciente atendido pela Santa Casa passará pela regulação, ou por um encaminhamento de outra unidade como um Posto de Saúde, por exemplo. “O Hospital não será porta aberta. Se o paciente tiver internado em outro hospital e for necessário vir pra cá fazer uma cirurgia, ou ficar internado em uma UTI, também será pela regulação do SUS”, ressalta a diretora do Hospital Santa Casa, Danielle Bertucini.

Também compareceram à solenidade os senadores Jayme Campos, Wellington Fagundes, os deputados federais e estaduais, secretários de Estado, prefeitos, vereadores de vários municípios, e a primeira-dama, Virgínia Mendes. 

Atendimento
A abertura do atendimento marcada para o dia 29 de julho atende ao prazo para o cumprimento dos protocolos de desinfecção hospitalar. Depois da conclusão dos procedimentos de higienização, o hospital retomará os atendimentos nas áreas de Oncologia (tratamento de câncer), Nefrologia (hemodiálise), UTI Adulto, Pediátrica e Neonatal, Pronto Atendimento Infantil, cirurgias pediátricas e cirurgia geral.

Após o fechamento da unidade por questões financeiras, em março deste ano, o governo do Estado decretou, em maio, a requisição administrativa dos bens e serviços da Santa Casa de Misericórdia, assumindo o controle da unidade com objetivo de assegurar os atendimentos aos cidadãos que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS). (Com assessoria)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies