Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

SINOP: Saiba como são direcionadas as vítimas de violência

AGOSTO LILÁS: No terceiro dia de entrevistas, a secretária de Assistência Social Scheila Pedroso, explicou como acontece todo o amparo e direcionamento das vítimas de violência no município de Sinop; confira.

No terceiro dia de entrevistas para a campanha Agosto Lilás 93FM, esteve presente a Primeira Dama e secretária de Assistência Social, Scheila Pedroso, qual informou todo o trabalho já realizado pela pasta no último semestre em ações voltadas ao combate e prevenção a violência contra a mulher.

A assistência social do município de Sinop, vem prestando diversos atendimentos em prol da mulher, sendo destaque na campanha, informando a vítima de todo os seus direitos, bem como os serviços de uma rede de apoio psicológico para a mesma.

Nesta semana em Sinop, teve a inauguração de uma casa de acolhimento voltada para mulheres, qual foi nominada como “Instituto Renovada”.

“A casa abriu as portas no município para nos dar suporte, hoje Sinop não tem uma casa específica da mulher, para trabalhar com mulheres. Nós temos um abrigo, um acolhimento, local sigiloso, e agora viemos com essa parceria do Instituto Renovada para nos ajudar a acolher mulheres”, relatou a secretária de assistência social.

Scheila explicou que a secretaria de Assistência Social de Sinop é subdividida em três pastas: assistência social, trabalho e habitação. Dentro da pasta do trabalho se é voltado especialmente em capacitação, facilitando para que a vítima de agressão tenha uma especialidade, exatamente para não estar presa a uma escravidão financeira que seu agressor impõe.

“Nós temos um projeto chamado ‘qualifica Sinop’, onde trabalhamos especialmente o público feminino, então nós fazemos tratamento de camareira, agora de diarista. Temos também parceiros muito importantes em nosso município que oferecem cursos diversos de qualificação”, informa.

Em entrevista, a secretária também relata que as mulheres muitas vezes estão presa a esse ciclo de violência, momento em que o CRAS entra em ação, indo até a vítima, oferecendo uma atividade que não é de qualificação, como artesanato, por exemplo. Assim, o CRAS cria um vínculo com a mulher para poder traze-la e entender como está o ambiente familiar.

Em Sinop, existe uma rede de atendimento a mulher vítima de violência doméstica. Após a mulher dar entrada aos serviços por meio do CRAS e ser atendida, ela é direcionada para o CREAS, que é um serviço especializado de alta complexidade, onde é feito o acolhimento. Após isso, é feito uma buscativa junto com a vítima, de quais serão as diligências que ela irá tomar a partir dali.

Em um estudo e conversa com os profissionais, a vítima escolhe o que será melhor para ela, se irá mudar de cidade ou morar com algum familiar, aonde se sinta segura. Se for algo mais grave, um caso onde a vida da mulher estiver em risco, ela é levada para um lugar sigiloso.

Em caso da vítima não querer pedir ajuda de início na polícia, ela pode ir até o CRAS, lá ela encontrará pessoas aptas para atende-la e direciona-la.

“Lá ela pode procurar nossa técnica, assistente social, psicóloga, e pedir ajuda, ou até mesmo para a recepcionista ‘eu preciso de ajuda’. Temos a campanha da farmácia também do X vermelho na mão, então qualquer local público que ela chegar, ou em parceria, ela pode chegar e pedir ajuda e eles nos direcionaram, mas uma das principais entradas é o CRAS dentro da assistência social”, finalizou a secretária.

A Secretaria de Assistência Social além de estar participando das Programações alusivas ao Agosto Lilás promovidas por diversos seguimentos da sociedade (entidades, empresas, movimentos sociais), também irá desenvolver diversas ações direcionadas ao mês de conscientização pelo fim da Violência contra a Mulher, decoração das unidades com painel alusivo a Agosto Lilás, no CRAS e nos 04 CRAS’S serão realizada ações, palestras, roda de conversa com as mulheres assistidas/em acompanhamento:

CREAS: DIA 18 E 25 PERIODO MATUTINO

CRAS BOA ESPERANÇA: DIA 10- TERÇA FEIRA-13:30H.

CRAS MENINO JESUS DIA: 16- SEGUNDA FEIRA-13:30H. 

CRAS PAULISTA: DIA 18-QUARTA FEIRA-13:30H.

CRAS PALMEIRAS :DIA 26-QUINTA FEIRA-13:30H.

Como denunciar?

Denúncias de casos de violência domésticas podem ser realizadas pela vítima, familiares e amigos, através do número 180, da Central de Atendimento à Mulher. Em caso de emergência, o pedido de socorro pode ser feito diretamente pelo 190.

Com a crescente de casos de violência e feminicídio no estado de Mato Grosso, algo deve ser feito para que as mulheres tenham direito a vida, sem que em algum momento sofram qualquer tipo de violência, seja ela psicológica, patrimonial ou até mesmo física, por isso a importância da campanha Agosto Lilás.

Agosto Lilás

A Campanha Agosto Lilás 93 FM,  vem com o intuito de conscientizar e combater a violência contra a mulher. Em combate ao mal, nós usaremos a nossa maior arma, o microfone.

Leia também –

Acompanhe outras notícias no Jornal da 93FM

 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies