Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Prazo para vacinação do gado contra febre aftosa é prorrogado

Nesta etapa, 14 milhões de animais devem ser vacinados em todo o Estado.

O prazo para a vacinação do gado contra a febre aftosa, com idade de 0 a 24 meses, foi prorrogado em todo o Estado de Mato Grosso, até o dia 10 de dezembro. A etapa é a mesma de novembro e também define a comunicação ao Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea MT).

Os animais do Pantanal podem ser vacinados até o dia 15 de dezembro, assim como a comunicação feita ao Indea MT. Nesta etapa, 14 milhões de animais devem ser vacinados em todo o Estado.

“Avaliamos os índices de vacinação desta etapa e verificamos a necessidade de mais prazo para os pecuaristas. Está sendo um ano atípico, com pandemia, baixos índices hídricos e incêndios no Pantanal. Então, avaliamos semanalmente, juntamente com o Ministério da Agricultura e Pecuária, a situação para tomar novas decisões”, explica Marcos Catão, presidente do Indea MT.

A vacinação diferenciada no Pantanal foi determinação do secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda.

“Devido aos incêndios florestais ocorridos no Pantanal neste ano, o setor pecuário passa por um momento muito delicado. O Indea MT está atento aos índices e às necessidades dos pecuaristas neste período”.

Leia também – Onça-Pintada É Encontrada Morta Na MT-225

 

Brucelose

As bezerras de três a oito meses de idade devem ser vacinadas contra a brucelose até o dia 31 de dezembro. Clique aqui para obter informações sobre a brucelose em animais, através da cartilha do produtor, preparada pela FAMATO.

Brucelose é causada por Brucella spp. que são bactérias Gram-negativas. Os sintomas iniciam-se como uma doença febril aguda, com pouco ou nenhum sinal localizado, e pode progredir para uma fase crônica caracterizada por recaídas de febre, fraqueza, sudorese e dores vagas.

Os agentes etiológicos da brucelose humana são B. abortus (de gados), B. melitensis (de ovelhas e cabras) e B. suis (de porcos). B. canis (de cães) causa infecções esporádicas. Geralmente, B. melitensis e B. suis são mais patogênicas do que outras Brucella sp.

As fontes mais comuns de infecção são animais de fazenda e produtos lácteos crus. Infecções por Brucella de cervo, bisão, cavalos, alce, caribu, lebres, galinhas e ratos do deserto também ocorrem; os seres humanos podem adquirir a infecção destes animais. (Com MSD Manual)

A brucelose é adquirida por:

 

  • Contato direto com secreções e excreções de animais infectados
  • Ingestão de carne mal cozida, leite cru ou produtos lácteos contendo microrganismos viáveis
  • Inalação de material infeccioso aerossolizado
  • Raramente, transmissão de uma pessoa para outra

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies
Open chat