Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Pai pula no rio para salvar o próprio filho e morre afogado

Ao ver o próprio filho sendo arrastado pela correnteza, o pai pulou no rio na tentativa de salvar o menino. O pai não resistiu e morreu afogado. Acesse e saiba mais!!!

Um pai identificado como Júlio César Pereira da Silva, 36 anos, morreu afogado enquanto tentava salvar o filho no Rio Coxipó, em Cuiabá, na tarde desse domingo (12). A criança, que não teve a idade informada, foi salva.

O pai estava próximo à ponte de ferro quando viu o menino sendo arrastado pela correnteza.

Nesse momento, ele pulou na água e conseguiu tirá-lo, mas não teve forças para voltar à superfície e acabou sendo levado pela correnteza.

Testemunhas contam que no momento em que gritava por socorro, o pai também dizia estar passando mal.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando os militares chegaram ao local, a vítima já havia sido retirada da água por banhistas, no entanto, não havia mais os sinais vitais.

Os socorristas até tentaram realizar manobras de reanimação, porém não teve êxito.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi chamada para dar início aos procedimentos de investigação. O perito analisou todo o local, onde houve o afogamento e as condições que o corpo foi encontrado.

Em seguida, o cadáver foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia, que irão apontar a causa clínica da morte.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa irá investigar o caso.

(Com Repórter MT)

Leia Também –

Homem É Preso Por Tentativa De Roubo A Banco E Cárcere Privado Em MT

Roberto Dorner Recebe Prêmio De Prefeito Destaque Do Ano Em MT

Tentativa De Roubo Deixa Pessoas Baleadas Em Sinop

Acompanhe outras notícias no Jornal Integração 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies