Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Nova campanha de vacinação para caminhoneiros será nesta quinta em Sinop

Além da imunização contra a gripe, os profissionais também receberão orientações de prevenção ao contágio da Covid-19

Uma nova ação de vacinação contra o influenza voltada aos caminhoneiros será realizada no município de Sinop, nesta quinta-feira (7). A ação é organizada pela Associação do Segmento de Reforma de Pneus (ABR) em parceria com a prefeitura de Sinop e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Serão disponibilizadas 600 doses exclusivamente para essa categoria de profissionais.

O atendimento será na entrada do município de Sinop no bairro Alto da Glória, onde serão montadas barracas para atendimento aos caminhoneiros, com um amplo espaço para estacionamento dos veículos de cargas. A BR-163 é a principal via de escoamento da produção agrícola de Mato Grosso, por onde passam diariamente dezenas de caminhões. Aproximadamente 60% do transporte de cargas no Brasil é feito pelas rodovias.

Leia também: Terceira etapa de vacinação contra a gripe é dividida em dois grupos

Além da vacina, os caminhoneiros também receberão kits de higiene, contendo álcool em gel e máscaras faciais, além de instruções de prevenção ao contágio de Covid-19. A mesma ação também foi realizada nos postos da PRF na BR-163 em Cuiabá e em Rondonópolis.

Leia também: Dia D de vacinação contra gripe que seria no sábado é cancelado

O Ministério da Saúde destaca que a vacina não é contra o novo coronavírus, mas protege contra os três tipos de gripe mais comuns registradas no hemisfério sul no ano passado: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). A imunização contra estes três tipos de vírus auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico do novo coronavírus, já que os sintomas são semelhantes aos da gripe.

A inclusão dos caminhoneiros na campanha de vacinação contra o influenza foi um pedido do Ministério da Infraestrutura e de representantes de associações e entidades do setor de transporte. “Temos que vacinar e dar segurança a esta categoria de profissionais, que são essenciais para o Brasil, especialmente neste momento de pandemia e quarentena. Os caminhoneiros estão sendo fundamentais para garantir o abastecimento de todos os itens básicos no país neste grave momento de crise que atravessamos”, explica a presidente da ABR e da Associação das Empresas do Distrito Industrial (AEDIC), Margareth Buzetti.

Os caminhoneiros que não conseguirem se vacinar no dia 07, podem procurar postos de saúde das cidades mais próximas onde estiverem. Para isto, deverão apresentar um documento de comprovação da sua atuação, que pode ser: carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio (a) do sindicato de transportes (categoria de motorista), carteira de habilitação (para motoristas das categorias C ou E) ou crachá funcional. (Da assessoria)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies
Open chat