Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

MT: Mãe espanca o próprio filho e o deixa dias sem comer

O menino chorando, relatou para as autoridades que não aguentava mais apanhar, além de afirmar que a mulher usava todos os tipos de objetos para lhe ferir. Ele morava com a mãe há apenas quatro meses. Acesse e veja mais detalhes do depoimento da criança.

Na noite de terça-feira (30), uma mulher de 29 anos foi presa, após espancar o filho, de 13 anos, ameaçar e abandonar a criança, no bairro Jardim Aurora, em Jaciara (140 km de Cuiabá). O menino estava há três dias sem comer e foi socorrido por uma vizinha, que o encontrou na frente de sua casa.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vizinha acionou a Polícia Militar dizendo que um menino abandonado estava na frente da sua residência. Ela disse ainda que ele sofria agressões físicas e verbais por parte da mãe.

Os policiais foram até o local e encontraram a solicitante alimentando o menor, pois, ele estava há três dias sem comer. Os militares se aproximaram da criança e disseram que estavam ali para ajudá-lo e perguntaram porque ele estava fora de casa.

O menino respondeu chorando que não voltaria para a residência da mãe, pois, não aguentava mais apanhar. Ele relatou que ela batia com todos os tipos de objetos possíveis e que, em muitas das vezes, usou mangueira para espancá-lo.

Diante do relato, os policiais foram até a casa da mãe da criança. Ao ser indagada, a mulher respondeu que o menino estava morando em sua casa há quatro meses, e que ele vivia com a avó, na cidade e São Domingos do Maranhão.

A mãe disse que no período em que o filho estava morando com ela ele foi indisciplinado e, por conta disso, ‘dava taca’, já que em sua casa ‘não se cria moleque vagabundo’ e que ‘entraria na peia mesmo’.

Os policiais perguntaram ainda para a mulher se ela sabia que o menino estaria abandonado, e ela respondeu que sim e que se ele quisesse ir embora que fosse. Ela disse ainda que ‘não se importava com vagabundo’.

Quando os policiais disseram que conduziriam a mulher para a delegacia para ser ouvida pelo delegado, ela fez diversas ameaças para o menor, dizendo que ‘ele nunca tinha apanhado’ e que ‘quando chegasse em casa ia saber o que era apanhar’.

Diante dos fatos, o menino foi entregue para o Conselho Tutelar, que fez o acompanhamento da ocorrência e deu apoio à criança.

A mulher foi presa em flagrante pelo crime de maus-tratos, ameaça e abandono de incapaz.

(Com Repórter MT)

Leia também- Prefeito Roberto Dorner É Vacinado Contra A Covid-19

Acompanhe essa e outras notícias no Jornal da 93FM

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies