Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

EDUCAÇÃO: Conheça 5 dicas para incentivar o seu filho nos estudos

Com este momento de pandemia, crianças e adolescentes estudam de forma remota, e se desmotivam com a falta de contato presencial. Veja as 5 dicas para incentivar o seu filho nos estudos

0 40

Mais do que definir quais serão as regras, os pais têm enorme responsabilidade quando o assunto é a educação infantil de seu filho. Se por um lado, é dever das escolas de educação  avaliar conforme as notas o desempenho de seus alunos, é dever dos pais cuidar para que esse aprendizado seja incorporado e o conteúdo seja compreendido.

E uma tarefa difícil para a geração atual, é como despertar o interesse pelo estudo em crianças e adolescentes. Por isso listamos algumas dicas que podem ajudar os pais a lidarem com os estudos dos filhos, e assim tornar a educação uma prioridade na vida deles.

 

1. Mantenham sempre um diálogo aberto com seu filho

Se vocês perceberam que seu filho precisa conversar, manifestem-se no sentido de deixar que ele se aproxime e conte o que está incomodando, confiando em vocês.

A partir do momento em que sentir abertura, será mais fácil para ele se expressar, apontar suas aflições, seus medos e falar sobre quais disciplinas gosta e com quais não tem afinidade.

Broncas, punições ou ‘castigos’ muitas vezes podem funcionar como um tiro pela culatra. Já ouviu aquele ditado de que ‘quanto mais os pais falam, menos os filhos fazem?’.  Pois é. Nesse momento, é melhor ouvir do que falar.

 

2. Reconheça os esforços de seu filho na educação

Para reconhecer a dedicação com que seu filho vem tratando os estudos, por que não elogiá-lo? Não adianta usar frases do tipo ‘não fez mais do que a obrigação’. O que ele precisa, nesse momento, é de reconhecimento, de uma palavra amiga, de incentivo para continuar seus estudos na educação.

Premiar seu filho não significa “comprar” sua atenção ou tratar a relação pais e filho como negócio. Por isso, não dê dinheiro a ele, mas o presenteie com um livro interessante, com um passeio, com uma comida favorita em um restaurante bacana ou simplesmente com a companhia de vocês. Muitas vezes, ele só precisa de amor e carinho.

 

3. Dê bons exemplos e seja referência

Você já pensou o que faria se você estivesse fazendo dever de casa e seus pais ficassem ao lado assistindo à televisão, brincando ou rindo? Mesmo sendo criança, e talvez por isso mesmo, você tomaria raiva da atividade.

Dar bons exemplos contribui para estimular o filho a estudar. Uma dica é ler um bom livro, desempenhar alguma atividade acadêmica ou estimular as brincadeiras educativas. É preciso, aos poucos, incutir na mente das crianças que estudar significa aprender, desenvolver e tornar-se uma pessoa mais capaz.

 

4. Defina desafios, horários e objetivos

Criar um hábito é a melhor forma de fazer com que seu filho tenha horário destinado para a educação. Vocês podem optar por um horário depois da escola, mas sem que isso signifique rigidez. Caso não funcione, um horário logo pela manhã também pode ser uma alternativa.

A rotina de estudos em casa deve ser dividida com momentos de brincadeira ou com atividades que a criança gosta de fazer cotidianamente (esporte, dança, etc.). Escolher um cantinho próprio também ajuda!

 

5. Evite incentivar o ato de decorar conteúdos

Absorver o conteúdo das disciplinas apenas memorizando nem sempre é a melhor forma de aprender. O ideal é que vocês peçam à criança que tente explicar o que ela entendeu sobre o tema.

Para ampliar seus conhecimentos ou complementar um trabalho ou pesquisa, levar seu filho a museus, bibliotecas ou feira de livros estimula a leitura e faz com que ele, aos poucos, sinta-se à vontade em ambientes e comece a sentir a vontade de seus estudos.

 

Leia também – Resumão Minuto Da Estrada

Acompanhe outras notícias no Jornal da 93FM 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies