Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Consulte o seu título de eleitor e saiba se está apto a votar

O cadastramento biométrico foi realizado por 119.717.190 eleitores, que estariam aptos a votar pelo novo sistema. Porém, em 2020, a biometria não será utilizada.

A Justiça Eleitoral de Mato Grosso disponibilizou um sistema para que o eleitor possa consultar seu título, sabendo se está ou não apto a votar nas Eleições 2020. Para adiantar, o eleitor inscrito em um dos municípios, listados abaixo, e que não fez a revisão biométrica não poderá votar, devido o seu título estar cancelado.

  • Cuiabá;
  • Várzea Grande;
  • Rondonópolis;
  • Sinop;
  • Primavera do Leste;
  • Pontes e Lacerda;
  • Poconé, Nova Mutum;
  • Lucas do Rio Verde;
  • Jaciara, Rosário Oeste;
  • Santo Antônio do Leverger
  • Campo Verde;
  • Nobres;
  • Nossa Senhora do Livramento;
  • Barão de Melgaço;
  • Chapada dos Guimarães;
  • Jangada;
  • Nortelândia;
  • Nova Santa Helena;
  • Cocalinho;
  • Nova Brasilândia;
  • Campos de Júlio;
  • Acorizal;
  • Araguaiana;
  • Torixoréu;
  • Indiavaí;
  • Luciara;
  • Ribeirãozinho;
  • Planalto da Serra;
  • Vale de São Domingos;
  • Serra Nova Dourada;
  • Araguainha e
  • Ponte Branca.

Para consultar o seu título de eleitor, clique aqui. Em uma caixa para texto, você deverá escrever seu nome ou número do título de eleitor e, caso não saiba o seu título de eleitor, pode consultar através do número do CPF. Após clicar em consultar, deve aparecer uma tela indicando a sua situação com a justiça eleitoral.

Também é possível fazer a consulta de onde o eleitor poderá votar. Clique aqui e veja se houve mudanças no local de votação, de acordo com o seu título de eleitor.

 

 

Biometria

A Justiça Eleitoral iniciou o cadastramento biométrico em 2008, e já colheu as impressões digitais de 119.717.190 eleitores, que estariam aptos a votar pelo novo sistema. O TSE planeja cadastrar todo o eleitorado de mais de 150,5 milhões de pessoas até 2022.

O cadastramento biométrico é obrigatório. O eleitor que não comparecer ao cartório eleitoral para a revisão cadastral pode ter o título cancelado e ficará inapto a votar, caso perca o prazo estipulado pela Justiça Eleitoral para cada município.

Para as eleições municipais de 2020, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, decidiu excluir a necessidade de identificação biométrica, por meio de impressão digital, tendo em vista o risco de contágio por covid-19.Eleições municipais podem não ter Biometria devido à covid-19 2

Essa decisão foi tomada após uma primeira reunião de técnicos do tribunal com os médicos David Uip, do Hospital Sírio Libanês, Marília Santini, da Fundação Fiocruz, e Luís Fernando Aranha Camargo, do Hospital Albert Einstein.

Dois fatores pesaram para excluir a biometria. Primeiro, o leitor de impressões digitais não pode ser higienizado com frequência, como a cada utilização. Também pesou o fato de que a identificação biométrica tende a causar filas maiores, favorecendo aglomerações, já que o processo é mais demorado do que a simples coleta de assinatura.

 

Perdão de títulos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, no dia 17 de abril, suspender o cancelamento de 2,5 milhões de títulos de eleitores que não compareceram ao processo de revisão biométrica. A suspensão ocorreu devido ao período de isolamento provocado pela pandemia do novo coronavírus. Com a medida, os eleitores estarão aptos a votar nas eleições de outubro. Consulte o seu título de eleitor e saiba se está apto a votar 3Consulte o seu título de eleitor e saiba se está apto a votar 4

Segundo o TSE, a suspensão do cancelamento ocorreu em 15 estados. Os eleitores que estavam com pendências no documento deverão resolvê-las após as eleições.

O primeiro turno será realizado no dia 15 de novembro (domingo). Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar para eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país. (93 FM com Agência Brasil com Tribunais Superior e Regional Eleitoral)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies