Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Com exceção dos essenciais, comércios de Sinop são obrigados a fecharem as portas na segunda

O comércio de Sinop com exceção dos serviços privados essenciais, a exemplo de supermercados, farmácias e postos de combustíveis, estarão fechados a partir da próxima segunda-feira (23). O decreto também vale para vendedores ambulantes.

Leia respostas sobre o fechamento do comércio em Sinop

O decreto foi assinado pela prefeita Rosana Martinelli e divulgado durante uma live no Facebook, na manhã deste sábado (21) e todas as determinações passam a valer nesta segunda (23) pelo menos durante 15 dias, entretanto pode ser prorrogado esse período.

“Nos próximos dias, ou horas, vamos discutir outros pontos que podem anunciados. Estamos seguindo as orientações do Ministério da Saúde, e neste momento é a preocupação de salvar vidas, principalmente do povo de Sinop. Foi estudado e pensado em muitos detalhes para evitar problemas para todos  “, disse a prefeita.

A prefeita decretou situação de emergência como forma de prevenção da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e além do fechamento, a chefe do Executivo municipal proibiu a aglomeração de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, como parques, praças e pistas de caminhadas.

Ela suspendeu o atendimento ao público em todos os órgãos da Prefeitura de Sinop, com exceção da Secretaria de Saúde, sendo que as demais secretarias deverão se organizar em escalas, mantendo o número mínimo de servidores para manutenção dos trabalhos.

Já o transporte coletivo fica obrigado a limitar o número de passageiros e realizar a higienização por completo dos ônibus ao final de cada trajeto.

Serviços essenciais

No decreto são considerados os serviços essenciais, ou seja, aqueles que irão continuar funcionando:

  • Tratamento e abastecimento de água
  • Geração, transmissão e fornecimento de energia elétrica e gás
  • Postos de combustíveis, exceto as lojas de conveniência
  • Assistência médica e hospitalar
  • Farmácias, supermercados, mercearias e padarias
  • Empresas funerárias
  • Empresas de telecomunicação
  • Captação e tratamento de água e esgoto
  • Segurança privada
  • Imprensa em geral

Para essas empresas que são consideradas essenciais, há algumas medidas a serem seguidas:

  • Disponibilizar na entrada e em outros locais o álcool, álcool em gel e outros produtos indicados pela Organização Mundial de Saúde.
  • Higienizar a superfície de todos os locais e ambientes durante o período de funcionamento como carrinhos, cestos, bancadas, corrimão, maçanetas, mesas, entre outros.
  • Pisos e banheiros devem ser higienizados a pelo menos cada 3 horas.
  • Manter os ar-condicionados limpos e manter no mínimo uma janela aberta para a circulação de ar.
  • Disponibilizar kits completos de higienização das mãos nos banheiros de clientes e funcionários
  • Utilizar de senhas para atendimento com a finalidade de evitar filas e caso hajam filas adotar uma distância mínima de 2 metros de distâncias entre as pessoas.
  • Fica limitada a presença de apenas uma pessoa a cada 2 m² da área comercial do estabelecimento
  • Os comércios que trabalham com alimentação sendo bares, restaurantes, lanchonetes, entre outros, estão autorizados a atenderem somente com o serviço de Delivery, e reforçar o serviço de higienização.

 

Outras medidas no decreto

1 – Em realização de velório fica estipulada a presença de apenas 10 pessoas no mesmo ambiente.

2 – Qualquer evento seja em locais abertos, ou fechados, independente de características e de publico, estão cancelados.

3- Proibida a aglomeração de pessoas em qualquer espaço público de Sinop, sendo parques, praças, pistas de caminhada.

4- O transporte público está obrigado a limitar os passageiros e quantidade de assentos dentro dos ônibus e além disso fazer a higienização ao final de cada percurso.

5- Estão suspensos todos os atendimentos nos CRAS, CREAS, serviços de convivência, inclusive a visitação nos abrigos de idosos

6 – A Secretaria de Saúde terá que ampliar o número de leitos para aumentar a capacidade de atendimento na UPA de Sinop.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies