Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Outubro Rosa: 4 dicas para prevenir o câncer de mama

Outubro Rosa é uma campanha anual que ocorre em todo o mundo em outubro para aumentar a conscientização sobre a detecção precoce do câncer de mama na sociedade. 

A movimentação também visa divulgar dados preventivos e ressalta a importância de se olhar a saúde com cuidado,  além de lutar por direitos como o atendimento médico e o apoio emocional, garantindo um atendimento de qualidade.  

Outubro rosa prevenção ao câncer de mama

No mês, várias instituições abordam o tema para incentivar as mulheres a fazerem os exames e muitas até disponibilizam. Iniciativas como essa são essenciais para a prevenção, pois a doença é assintomática nos estágios iniciais

O movimento começou em 1990 em um evento chamado “Run for a Cure” em Nova York para arrecadar fundos para pesquisas conduzidas pela Susan G. Komen Breast Cancer Foundation. 

O evento decorreu sem a participação de instituições públicas ou privadas. Outubro foi estabelecido como o Mês da Conscientização e Prevenção Nacional Contra o Câncer de Mama nos Estados Unidos, até que se espalhou para o resto do mundo. 

A primeira ação no Brasil aconteceu em 2002, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Com iluminação rosa do Mausoléu do Obelisco ao Soldado Constitucionalista. 

Desde 2008, iniciativas como esta têm se tornado cada vez mais frequentes. Várias organizações relacionadas ao câncer começaram a iluminar edifícios e monumentos, transmitindo a mensagem: a prevenção é necessária.

O que é o câncer de mama ? 

O câncer de mama é um tumor maligno que afeta diretamente  o tecido mamário e é um dos tipos mais comuns, segundo o Instituto Nacional do Câncer – INCA. 

Ele se desenvolve quando apenas alguns trechos de moléculas de DNA são alternados, fazendo com que as células anormais que geram o cisto se multipliquem. 

Os tipos mais comuns de câncer de mama são: 

1. Carcinoma ductal in situ (ou não invasivo); 

Isso ocorre quando o câncer não evolui para a forma invasiva, ou seja, o tumor não invadiu a membrana basal subepitelial. A probabilidade de metástase nesse tipo de câncer é praticamente nula. A taxa de cura é alta, ocorrendo cerca de 98% das vezes. 

2. Carcinoma ductal invasivo

Esse tipo de câncer começa no ducto lácteo e atinge sua parede até atingir o tecido adiposo da mama. A probabilidade de metástase é maior do que no tipo anterior e o tumor pode se espalhar para outras partes do corpo. 

3. Carcinoma lobular in situ (ou não invasivo)

Forma-se principalmente nas glândulas mamárias produtoras de leite (lóbulos). Geralmente causa menos sintomas, dificultando o diagnóstico. 

4. Doença de Paget

O tumor desenvolve-se no tecido conjuntivo da mama, ao redor das aréolas e dos mamilos. Esse tipo de câncer pode ser assintomático, mas também pode mostrar sinais como vermelhidão, dor, sensibilidade e coceira. Em casos mais graves, podem ocorrer metástases. 

5. Câncer de mama inflamatório

É um tipo raro de câncer de mama. Não pode ser detectado tomograficamente e não apresenta protuberâncias. Este tipo de câncer é caracterizado por bloquear os gânglios linfáticos e impedir a drenagem adequada das mamas.

Qual a relação entre o câncer de mama e a saúde bucal? 

Por si só, o câncer de mama já é um temor de certa agressividade.  Mas o problema pode se agravar, se o próprio tratamento da doença afetar negativamente outras partes do organismo. 

É o caso da saúde bucal, um exemplo é quem usa aparelho dental transparente. Isso quer dizer que a condição bucal de pacientes oncológicos pode ser afetada devido à imunossupressão consequente do tratamento quimio ou radioterápico do câncer de mama. Dependendo da gravidade da doença e da resposta individual de cada paciente ao tratamento, as complicações orais podem afetar ainda mais a qualidade de vida do paciente. 

Por isso, também é de suma importância que a paciente consulte um dentista para realizar uma avaliação da saúde bucal e esclarecer dúvidas quanto ao aparelho de porcelana preço, caso ele seja necessário durante esta fase. 

Nesse caso, principalmente em pacientes mais sensíveis a essas complicações, é necessário reduzir a dose terapêutica.

Dessa forma, pacientes com facetas laminadas devem receber um tratamento multidisciplinar, incluindo a participação de um dentista capacitado para tratar e prevenir problemas na cavidade oral. 

Após o tratamento contra o câncer é possível que os dentes fiquem mais fracos e cheguem até mesmo a cair, neste momento a paciente pode optar pelas facetas de porcelana para recuperar seu sorriso. 

Prevenção do câncer de mama com a saúde bucal:

Muitos estudos afirmam, que sim, as mulheres devem ter uma boa saúde bucal e higienização completa em primeiro lugar nas suas vidas, já que uma inflamação pode ocasionar um câncer e outras doenças. Principais cuidados:

  • Escovar muito bem os dentes;
  • Usar fio dental;
  • Visita ao dentista frequentemente;
  • Não fume. Ainda mais se você usa lente de contato dental.

Quanto mais atenta você estiver com seu corpo, melhor! Se você é mulher, tem mais de 40 anos, e tem histórico da doença na família ou possui algum fator de risco,  é necessário realizar avaliação médica com periodicidade anual. 

#OutubroRosa: Estamos juntas nessa causa!

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Lógica de Mercado, uma rede de conteúdos para alavancar negócios e proporcionar mais qualidade de vida e saúde.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies
Open chat