Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Onça-pintada é resgatada vítima de incêndios no pantanal

Cerca de 352 mil hectares da porção mato-grossense da maior planície 'alagável' do planeta já foram atingidos pelo fogo.

Uma onça-pintada fêmea de aproximadamente 70 quilos foi resgatada com ferimentos causados pelos incêndios no Pantanal, em Mato Grosso. Após os primeiros socorros, o felino foi trazido para o Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) na tarde desta segunda-feira (17).

As equipes que atuam na região da estrada-parque Transpantaneira (MT-060), no município de Poconé, foram acionadas para realizar o resgate do animal que apresentava sinais de queimaduras nas quatro patas. Para fugir da fumaça e do fogo, o animal procurou abrigo na casa de um pantaneiro.

Com o apoio de médicos veterinários, o felino foi sedado e recebeu os primeiros socorros. Além das queimaduras de terceiro grau, a onça-pintada havia inalado muita fumaça e apresentava grave desidratação com possíveis alterações renais.

O transporte de Poconé a Cuiabá, realizado com apoio da aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), foi acompanhado pelo Comitê o Fogo, Corpo de Bombeiros Militar e equipe de médicos veterinários da UFMT. Após o tratamento, a onça será devolvida ao seu habitat natural.

Onça-pintada é resgatada vítima de incêndios no pantanal
Com o apoio de médicos veterinários, o felino foi sedado e recebeu os primeiros socorros. (Foto: Willian Gomes / Secom UFMT)

 

Força-Tarefa

O Comitê Estadual de Gestão do Fogo articulou força-tarefa para atendimento aos animais silvestres atingidos pelos incêndios no Pantanal. Até o momento, integram o grupo: Coordenadoria de Fauna e Recursos Pesqueiros da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros Militar, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental e IBAMA.

Da Universidade Federal de Mato Grosso, participam médicos veterinários do Hospital e do Centro de Pesquisa de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres, além de profissionais do Instituto de Biologia. Também atuam em conjunto, a Procuradoria Geral do Estado, a Ordem dos Advogados do Brasil, Sesc Pantanal e médicos veterinários voluntários.

 

 

Operação Pantanal II

De acordo com dados do Centro Integrado Multiagências (Ciman-MT), cerca de 352 mil hectares da porção mato-grossense da maior planície ‘alagável’ do planeta já foram atingidos pelo fogo. No dia 07 de agosto foi lançada a Operação Pantanal II com o objetivo de controlar os incêndios. Em campo, mais 134 pessoas estão atuando no combate ao fogo.

São 38 bombeiros militares de Mato Grosso e 12 de Mato Grosso do Sul.  Do Governo Federal atuam oito militares da FAB e 23 da Marinha, além de 14 brigadistas do ICMBio. O Sesc Pantanal disponibilizou 39 funcionários, sendo quatro em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso. (Com Juliana Carvalho / Sema)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies