Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Segundo Secretário, o ‘isolamento não é uma invenção de cientistas’

Gilberto Figueiredo é secretário estadual da Saúde em Mato Grosso e, segundo ele, as pessoas devem seguir as recomendações estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

0 11

Após o pronunciamento do Presidente da República, em cadeia nacional de rádio e televisão – Jair Bolsonaro – a repercussão foi grande sobre o assunto, nas redes sociais e nos bastidores. AO pronunciamento foi sobre o novo coronavírus, o Covid-19. Algumas contradições foram analisadas por autoridades do Brasil a fora.

Na live feita pela Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso, o secretário Gilberto Figueiredo disse que ‘a recomendação para que as pessoas fiquem em casa’, permanece. De acordo com ele, se o isolamento não fosse feito, mais casos poderiam ser confirmados no Estado.

“Talvez se nós não tivéssemos feito isolamento social nenhum, nós já estaríamos com um número de casos muito maior do que nós temos. A receita ainda é a mesma, quanto menos pessoas estiverem circulando, com mais isolamento social nós vamos ter um menor número de casos confirmados e de casos graves, portanto nós não mudamos a nossa recomendação. Aqueles que puderem, fiquem em casa”, disse o secretário.

Questionado sobre o não cumprimento das determinações estabelecidas pelo Estado, diante do pronunciamento do presidente da república, Gilberto Figueiredo disse que a Secretaria Estadual da Saúde segue as recomendações do próprio Ministério e que enquanto houver confiança no Ministro, a secretaria continuará seguindo as recomendações.

“Aqui tem Lei. Se tiver  (sic) vigente no município, se tiver vigente pelo Governo do Estado as empresas estarão obrigadas a cumprir. Não é uma fala ou discurso do presidente que do dia pra noite muda tudo. Nós estamos seguindo as premissas estabelecidas pelo Ministério da Saúde, que tem um ministro que nós acreditamos e confiamos. Enquanto essa determinação continuar, nós continuaremos seguindo as orientações do Ministério da Saúde”

O Secretário ainda disse que há um momento de solidariedade entre a sociedade e que as pessoas não irão perder o emprego, diante de uma pandemia mundial.

“Eu acho que ninguém vai perder o emprego num momento crítico desse no país,existe uma solidariedade presente, inclusive de empresário das empresas. Todos querem a manutenção da vida das pessoas. Portanto, se você não é o profissional essencial nesse momento a fazer a sua atuação, pense primeiramente na proteção da sua família. Isso não é invenção, cientistas e especialistas debruçados nesse assunto que sugerem a adoção dessas medidas, tal como já aconteceu em outros países”, argumentou Gilberto Figueiredo.

 

Isolamento Vertical

Segundo Secretário, o 'isolamento não é uma invenção de cientistas'
Imagem ilustrativa de isolamento. (Foto: Reprodução)

A respeito do Isolamento Vertical, sugerido por Bolsonaro, o secretário Estadual Gilberto Figueiredo disse que “o isolamento é todo aquele que for possível fazer pra diminuir a circulação das pessoas, que em tese não se consegue fazer isso 100%” que é preciso o cuidado ao adotar medidas rigorosas e que uma mesma receita não vale para todo o estado.

“Não é uma mesma receita pro Estado inteiro. Tem município que talvez não tenha nenhum caso, e tem município já decretando, por exemplo, o estado de recolher. É um exagero isso. Não dá pra paralisar todas as atividades comerciais, se não daqui a pouco começa faltar comida nas casas, começa a faltar remédio, não tem combustível circulando, enfim, não se deve adotar medidas rigorosa sem determinados critérios pra isso. Os critérios são estabelecidos de acordo com as contingências, com o status que o vírus começa a avançar no Estado de Mato Grosso”, disse o secretário.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies