Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Mulher mata marido e corpo é encontrado após 12 dias em cova

Uma tragédia que chocou a cidade de União do Sul. O homem foi morto no dia 19 de fevereiro, enterrado no dia 21, em uma cova no fundo de sua residência, e só foi localizado 12 dias após o crime. Acesse e saiba mais detalhes sobre esse crime brutal!!!

0 1.136

Nessa quarta-feira (03), compareceu até a Delegacia Municipal de Claudia, uma senhora de 36 anos, acompanhada de seu advogado. A mulher informava que havia cometido um crime, qual ceifou a vida de seu marido, Francisco da Silva, de 48 anos de idade. O caso aconteceu em União do Sul, no assentamento Jaguaribe, no dia 19/02.

A suspeita a princípio, relatou a polícia que houve uma discussão entre ela e seu marido. Após, ele colocou uma faca em seu pescoço e a ameaçou de morte, porém, a mulher conseguiu escapar e pegou uma espingarda de pressão modificada para calibre 22 e efetuou um disparo, que atingiu a sua cabeça. E depois enterrou o corpo em um buraco nos fundos da casa.

Já segundo o delegado de Polícia Civil, Pablo Carneiro, ao colher informações de vizinhos, identificaram que a versão da mulher estava com “pontas soltas”.  A suspeita relatou que havia tirado a vida de seu marido no domingo (21), e a discussão começou pois a polícia havia ido até a residência no sábado (20) por conta de uma denúncia de agressão doméstica, o marido não gostando, foi para cima dela.

Porém, a senhora resolveu contar toda a verdade a polícia, e relatou que de fato tirou a vida do homem na sexta-feira (19), enquanto o suspeito dormia.

Após o crime, chamou uma pessoa para fazer o buraco nos fundos de sua casa, alegando que era um tanque para peixe. Depois, combinou com a filha de uma vizinha, que é menor de idade e com um jovem de 20 anos, para que levassem o corpo até a cova. Como pagamento para o rapaz, ela entregou uma arma e o celular do marido.

A mulher foi até a delegacia no sábado para realizar o boletim de ocorrência por agressão doméstica, ela possuía marcas de agressão no pescoço, entretanto, ela mesma confessou que teria feito essas marcas.  A suspeita diz que por diversas vezes sofreu agressões do marido, já os vizinhos relataram que sempre viram ele a tratando muito bem.

A mulher foi presa preventivamente pelo crime de homicídio qualificado, pela impossibilidade de resistência da vítima, ocultação de cadáver e corrupção de menor. Ela não possuía passagens pela polícia.

Leia também- Jovem É Morto A Tiros Em Lucas Do Rio Verde

Acompanhe essa e outras informações no Jornal da 93FM

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies