Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Motoqueiro é preso após se masturbar em vitrine de loja

Segundo informações, o acusado ainda teria ejaculado na vitrine, antes de fugir.

0 54

Um jovem, de 24 anos de idade, foi preso pela Polícia Militar por ato libidinoso, nesta sexta-feira (24). O caso foi registrado em Rondonópolis, no sul do estado de Mato Grosso. De acordo com as informações, o rapaz estaria se masturbando em frente à vitrine de uma esmalteria, que fica em um bairro da cidade.

Funcionárias da esmalteria flagraram o momento em que o criminoso praticava o ato, e nas imagens, é possível ver que o rapaz estava tranquilamente folgado, sem nenhuma preocupação ou constrangimento. Segundo informações, o acusado ainda teria ejaculado na vitrine, antes de fugir.

Ao ver a cena, as funcionárias do estabelecimento comercial se trancaram em uma sala, por medo do que poderia acontecer com elas diante da situação. Logo, o suspeito evadiu-se do local, mas foi possível registrar uma foto do momento em que ele fugia, registrando a placa da motocicleta em que estava.

Motoqueiro é preso após se masturbar em vitrine de loja
Após fugir em uma motocicleta, ele foi preso pela Polícia Militar. (Foto: Divulgação)

Ele estava de capacete no momento do crime, com roupas – aparentemente – de motoqueiro e uma calça uniforme. Através das imagens, foi possível identificar e localizar o indivíduo, que foi preso pela Polícia Militar e encaminhado até a Delegacia de Polícia Judiciária Civil.

De acordo com informações, as funcionárias teriam relatado à Polícia que esta seria a segunda vez que o mesmo suspeito teria praticado o ato libidinoso em menos de 15 dias, no mesmo estabelecimento comercial. (Com G1 MT)

 

O crime

No ano de 2018, o Presidente do Supremo Tribunal Federal, em exercício de Presidente da República, publicou algumas alterações em relação aos crimes sexuais, o ato libidinoso e a importunação sexual. Veja abaixo.

Art. 2ºO Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), passa a vigorar com as seguintes alterações:
Importunação sexual
Art. 215-A. Praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro:
Pena – reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, se o ato não constitui crime mais grave.
Art. 217-A.
§ 5º As penas previstas nocapute nos §§ 1º, 3º e 4º deste artigo aplicam-se independentemente do consentimento da vítima ou do fato de ela ter mantido relações sexuais anteriormente ao crime. (Fonte: Imprensa Nacional)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies