Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Macaco é resgatado após ser mantido em gaiola sem água e comida; assista

0 36

Um macaco-prego foi resgatado, na manhã desta sexta-feira (26), em Sorriso, pelo Núcleo Integrado de Fiscalização (NIF), da Prefeitura, e Polícia Judiciária Civil (PJC). Segundo a denúncia, o animal, com sinais de maus-tratos, era mantido em uma pequena gaiola, em uma casa situada no Setor Industrial.

Uma mulher foi levada à delegacia para prestar esclarecimentos por crime ambiental e poderá responder pelo crime de reter espécie da fauna brasileira em cativeiro e também por maus-tratos.

Ela alega que o macaco foi trazido por um parente que encontrou na estrada a mãe do animal morta e trouxe o filhote para ela cuidar há cerca de 8 anos. As informações repassadas serão averiguadas.

Leia também: PESCADORES SALVAM MACACO QUE SE AFOGAVA NO TELES PIRES; ASSISTA O VÍDEO

De acordo com o coordenador do NIF, Reinaldo Nunes, o animal estava preso em uma gaiola pequena, em um ambiente com péssimas condições. “Nos deslocamos para atender a denúncia e constatamos realmente que ele estava na gaiola, exposto ao sol, sem água, sem alimentação e sem nenhuma espécie de sombra no local, sem condições de estar ali daquela forma. Comunicamos à Polícia Civil, como não tinha ninguém na residência, e fizemos a apreensão do animal”.

O macaco, quando criado dessa forma, perde a capacidade de sobreviver livremente, segundo Reinaldo. Por isso, ele precisa passar por reabilitação em ambiente adequado e com pessoas capacitadas. “É possível encontrar filhotes perdidos perto de mães atropeladas, sim. Mas, quando as pessoas levam o animal para tratá-los como pet, estão incorrendo em crime porque a lei não permite que esses animais sejam tratados dessa forma”. O crime é passível de pena de até 2 anos e multas administrativas.

Quando alguém encontrar filhotes abandonados é preciso comunicar ao órgão ambiental mais próximo. Em Sorriso, há a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. “Ou mesmo comunicar à Sema ou Ibama. Esses filhotes precisam ser encaminhados para uma entidade com capacitação técnica e licenciada para o tratamento e reabilitação desses animais”.

O macaco-prego resgatado hoje estava em um nível de estresse muito alto. Ele será levado, ainda nesta tarde, para o hospital veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) de Sinop, onde entrará no período de quarenta.

Depois, será encaminhado para uma entidade para reabilitação dele e inserção em outro grupo de animais da mesma espécie. Somente após todos esses procedimentos, o animal será solto na floresta. (Do Portal Sorriso)

Assista:

#Sorriso: Polícia resgata macaco mantido em cativeiro

#Sorriso: Polícia resgata macaco mantido em cativeirohttp://www.portalsorriso.com.br/noticia/sorriso-policia-e-nif-resgatam-macaco-mantido-em-cativeiro-com-sinais-de-maus-tratos

Posted by Portal Sorriso on Friday, July 26, 2019

Crime
Conforme a legislação vigente, “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa”.

Além disso, “incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos”. Neste caso, a pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies