Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

COVID-19: Lactantes serão as próximas vacinadas em Mato Grosso

O Estado conseguiu a autorização para imunizar as lactantes. Com isso, as próximas remessas encaminhadas pelo Ministério da Saúde já terão doses separadas para esse público.

A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) aprovou, durante reunião realizada nesta sexta-feira (11.06), a vacinação contra a Covid-19 de lactantes em Mato Grosso. Com a decisão, as próximas remessas encaminhadas pelo Ministério da Saúde já terão quantidades de doses pactuadas para este público.

A reunião foi coordenada pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, que preside a CIB no Estado. De acordo com o setor de Vigilância e Atenção à Saúde do Estado, Mato Grosso tem aproximadamente 44 mil lactantes.

“As lactantes precisam de uma atenção especial, porque a Covid-19 coloca em risco a vida delas e de seus bebês. Por isso, fizemos esse pedido de inclusão nos grupos prioritários e fico muito feliz que a CIB tenha atendido”, declarou o governador Mauro Mendes.

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda a vacinação de mulheres que estão amamentando, independentemente da idade do filho, sem a necessidade de interrupção do aleitamento materno. A Organização Mundial da Saúde (OMS) também defende a imunização de lactantes pertencentes aos grupos de risco e não preconiza a interrupção da amamentação após a vacinação.

“Vamos iniciar a vacinação de todas as lactantes até os dois anos de amamentação, mas a CIB editará uma resolução oficial e detalhada amanhã. Isto é, todas as lactantes terão prioridade de vacinação contra a Covid-19. A partir da publicação da resolução, os municípios já poderão iniciar a imunização deste público”, enfatizou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

A CIB é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-MT) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

Também participou da reunião o vice-presidente da CIB e presidente do Cosems, Marco Antônio Norberto Felipe. “Essa foi uma decisão tomada em consenso e incluiu mais de 50 secretários municipais de Saúde de Mato Grosso”, pontuou o gestor.

Pesquisas realizadas pela Universidade de São Paulo (USP) apontaram que mulheres lactantes vacinadas possuem anticorpos contra o coronavírus em seu leite mesmo após quatro meses da imunização.

De acordo com a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS) do Ministério da Saúde, até o momento, foram aplicadas 984.190 doses de vacina contra o coronavírus em Mato Grosso. Deste total, 689.427 aplicações são relativas à primeira dose e 294.763 são relativas à segunda dose.

COVID-19: Lactantes serão as próximas vacinadas em Mato Grosso
(Reprodução)

Leia também-

Acompanhe essa e outras notícias no Jornal da 93FM

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies