Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Jovem é presa em Sinop suspeita de liderar tráfico em Juína

A jovem que já foi presa em Alta Floresta é apontada como a responsável por comandar o tráfico de drogas nas regiões das cidades de Juruena, Cotriguaçu e Juína.

0 37

Uma jovem apontada como uma das líderes de uma organização criminosa atuante no tráfico de drogas foi presa pela Polícia Civil na noite de quarta-feira (01.07) no município de Sinop (500 km ao norte de Cuiabá). A suspeita de 21 anos estava com o mandado de prisão decretado pela 3ª Vara Criminal e Cível da Comarca de Juína.

A ação para cumprimento a ordem judicial está inserida na operação “Dominius”, uma vez que a suspeita era a última integrante do grupo criminoso que faltava ser presa, identificada na investigação realizada pela Polícia Civil de Juína.

Conforme o delegado regional de Juína, Carlos Francisco de Morais, com a prisão da suspeita a Polícia Civil de Juína conclui o ciclo de investigação, dando cumprimento aos cinco mandados expedidos com base nas investigações de tráfico de drogas no município.

Conhecida no meio policial por envolvimento nos crimes de tráfico de drogas, associação criminosa e corrupção de menores, a jovem foi localizada pelos policiais civis em uma residência no bairro Jardim Celeste, em Sinop.

Ela é esposa de outro suspeito identificado nas investigações que está preso desde março, sendo também investigado como autor de um homicídio em Alta Floresta.

Na ocasião em que foi preso, o suspeito foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, após ser surpreendido na companhia de outros comparsas em poder de três armas, sendo uma submetralhadora 9 milímetros, uma pistola 9 milímetros e uma pistola calibre 22.

“A Polícia Civil de forma incessante irá trabalhar arduamente para diminuir os índices de furtos, roubos e homicídios, como também o tráfico de drogas que é o maior desencadeador de crimes patrimoniais e homicídios ocorridos na cidade”, destacou o delegado Carlos Francisco Morais. (Com Assessoria)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies