Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Governo afirma que pagamento de dias cortados será feito só com fim da greve

0 35

Durante audiência de conciliação realizada nesta quinta-feira (27), entre governo e servidores da educação, o executivo afirmou que o pagamento dos dias cortados está condicionado ao retorno dos profissionais às salas de aula. A greve completou um mês.

O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Pública de Mato Grosso (Sintep), a condição do governo será avaliada e votada em assembleia, na próxima segunda-feira (1º).

Leia também: CINCO ESCOLAS E 10 MIL ALUNOS CONTINUAM SEM AULAS EM SINOP

A audiência de conciliação foi determinada pela desembargadora Maria Erotides Kneip, depois que os profissionais da educação entraram na Justiça solicitando a suspensão do corte de pontos por parte do governo.

A juíza negou o pedido da categoria, mas determinou que governo e servidores fizessem uma reunião de conciliação para por fim à greve.

Por meio do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, o executivo acatou alguns pontos levantados pelos profissionais e propôs:

  • Convocar de 680 aprovados no concurso de 2017;
  • Pagar os direitos trabalhistas como 1/3 de férias para contratados;
  • Liberar de licença para qualificação;
  • Investir de R$ 35 milhões em escolas que precisam de manutenção e reformas.

Entretanto, a categoria alega que outras reivindicações importantes como o reajuste salarial de 7,69% e a garantia da Lei da Dobra do Poder de Compras dos profissionais não foram consideradas.

O governo disse que só vai conceder aumento quando o conseguir enquadrar o gasto com pessoal no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 49% do orçamento do estado.

Nesta sexta-feira (28), segundo a Secretaria de Educação, a administração vai formalizar uma proposta que será encaminhado ao Sintep. (Do G1 Mato Grosso)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies