Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Doutor Júlio fala sobre Fevereiro Roxo e Doença de Alzheimer

Conhecido como 'fevereiro roxo", a campanha alerta a necessidade do diagnóstico precoce para doenças como Alzheimer, Fibromialgia e Lúpus. Acesse e veja mais sobre essas doenças.

0 58

Fevereiro é o mês de alerta e conscientização sobre as doenças Alzheimer, fibromialgia e Lúpus. Conhecido como “fevereiro roxo”, a campanha trás um alerta para o diagnóstico precoce das doenças, quais ainda não possuem uma cura, mas com o diagnóstico antecipado, pode melhorar a qualidade de vida do paciente.

O Alzheimer é uma doença progressiva que causa perda de memória. O Dr. Júlio César, por meio de seu artigo explica um pouco mais sobre essa patologia que afeta tantos idosos.

Confira o artigo do Dr. Júlio e saiba mais sobre o Fevereiro Roxo

Doença de Alzheimer

Referencia: Manual MSD

A doença de Alzheimer é um tipo de demência ou seja condição em que ocorre perda da função cerebral onde se torna difícil lembrar, pensar, entender a linguagem e aprender. Apenas no Brasil, de acordo com dados do ano de 2019,  há mais de 29 milhões de pessoas acima dos 60 anos e afirma o  (IBGE),  que existam quase 2 milhões de pessoas com demências, sendo que, cerca de 40 a 60% , são do tipo demência de Alzheimer.

A doença de Alzheimer parece ser causada por substâncias anormais que se acumulam no cérebro. Essas substâncias interferem nas células cerebrais e acabam matando-as. Quanto mais células cerebrais morrem, menos o cérebro funciona. A ciência não sabe ao certo o que causa esse acúmulo de substâncias anormais mas estima-se que o problema  seja hereditário.

Com relação aos sintomas iniciais do Alzheimer podemos descrever o esquecimento de coisas que acabaram de acontecer, o idoso se sente deprimido, receoso, ansioso ou tem poucas emoções, apresenta dificuldade em tomar decisões ou encontrar a palavra certa para dizer em uma conversa, fica confuso por coisas vistas e ouvidas, começa a achar difícil dirigir um carro e apresenta, problemas para adormecer ou para permanecer dormindo.

A dica de  ouro é se você tem algum parente da melhor idade apresentando esses sintomas, procure uma ajuda médica. No próximo boletim, falaremos sobre os sintomas tardios do Alzheimer.

Como falamos anteriormente, a doença de Alzheimer é um tipo de demência que geralmente afeta pessoas com mais de 65 anos. Está associada a uma série de sintomas que evidenciam a dificuldade de lembrar, pensar, entender a linguagem e aprender. Entre os sintomas tardios da doença de Alzheimer estão a Dificuldade de lembrar-se de eventos passados o não reconhecimento de  pessoas e objetos familiares, perambular sem causa, irritar-se facilmente até o ponto de poder ficar violento e agredir outras pessoas não saber que horas são nem onde está, Precisar de ajuda para realizar atividades diárias, como alimentar-se, vestir-se e tomar banho, incapacidade de segurar a urina. Além do adoecimento vivenciado pelo  paciente, os cuidadores acabam adoecendo também, uma vez que perdem sua própria identidade  em função da pessoa adoecida.

A dica de ouro é que quanto  mais cedo  diagnosticado e tratado corretamente , melhor será a forma de cuidar da pessoa com Alzheimer com melhor qualidade de vida para a pessoa e a família.

Como já sabemos,  a Doença de Alzheimer é um tipo de demência ou seja condição em que ocorre perda da função cerebral onde se torna difícil lembrar, pensar, entender a linguagem e aprender.

O diagnóstico  ocorre através dos sinais clínicos associados a perda de memória, linguagem e aprendizado, além do exame físico pertinente realizado pelo médico e exames mentais que direcionam para o diagnóstico do caso.

Uma vez diagnosticado o Alzheimer, o tratamento se dá através do uso dos medicamentos que ativem a memória e dê qualidade vida para a pessoa.  Além do mais, é necessário que a pessoa adoecida esteja segura de que tenha o apoio necessário para realizar suas atividades diárias.

Uma dica importante é que, pessoas com doença de Alzheimer sentem-se melhor em um ambiente alegre e tranquilo. Orientar os cuidadores a aplicar rotinas regulares de alimentação, sono e atividades de memoria além do desenvolvimento físico podem ajudar. Todo cuidado com amor, surte melhor efeito.

Alzheimer – prevenção

Referencia: Manual MSD

Infelizmente a Doença de Alzheimer ainda não tem cura. A descoberta e descrição  realizada por Alois Alzheimer através da observação e estudo em Auguste Deter,sua paciente e, outros pacientes, daria origem a qual considera-se uma das doenças mais temidas ao pessoal da melhor idade. Mesmo sem cura,  os médicos consideram que é possível prevenir a doença de Alzheimer através do ato de manter o colesterol em níveis normais com a ingestão de uma dieta com baixo teor de gordura e, tomando os medicamentos necessários prescritos pelo médico. Outras recomendações também seriam a de manter a pressão arterial em nível normal, exercitar-se, manter-se mentalmente ativo realizando atividades como palavras cruzadas, leitura de jornais e aprendizado de novas habilidades, beber menos que três doses de bebida alcoólica por dia; mas, uma vez diagnosticada a doença de Alzheimer, é melhor não beber nada, uma vez que o álcool pode piorar os sintomas. Claro que nenhuma recomendação substitui a consulta médica onde é necessário a visita periódica ao  consultório médico para a estabilização dos sintomas. Todo cuidado promove melhor adesão ao tratamento e retarda a evolução de uma doença tão debilitante. Que você que é cuidador ou conhece alguém que padece da doença de Alzheimer, possa se beneficiar e mesmo compartilhar essas dicas.

 

Conheça o Doutor Júlio César

Júlio César Marques de Aquino é  Medico formado pela Escola Latinoamericana de Medicina – Havana- Cuba,  Especialista em Atenção Básica pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, e Medico Especialista em Medicina de Família e Comunidade – SMS/ Sinop/MT – CRM/MT 8709 RQE/MT- 5132.
Júlio também atua como, Professor Auxiliar de Medicina Instituto Ciências da Saúde- Universidade Federal do Mato Grosso – Campus Sinop, e comPos Graduação em Psiquiatria pelo Cembrap
O doutor também tem obras de sua autoria como o Livro, “Receitas para a vida” pela editora Oiticica/2019. Além de atuar como Palestrante em educacao, saude e motivacional, e
Co-apresentador do quadro Vida Saudável na rádio 93 fm de Sinop- MT e radios parceiras
e do “Vamos falar de saúde?” na Real TV, afiliada da Record TV em Sinop- MT.

 

Leia também-  SINOP: Carreta Carregada De Madeira Tomba Em Rotatória

Acompanhe essa e outras informações no Jornal da 93FM

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies