Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

No Natal de 2019 consumidores irão comprar mais do que 2018

Foi reparado que 51% dos entrevistados gastarão mais que no ano de 2018.

A CDL (Câmara de Dirigentes e Lojistas) de Sinop, solicitou que o CISE (Centro de Informações Socioeconômicas) fizesse uma pesquisa direta de opinião pública com a população sobre compras de Natal. O relatório da pesquisa foi divulgado na última sexta-feira (22).

De acordo com o relatório, é possível perceber que a maioria das pessoas questionadas pretendem comprar presentes para o Natal de 2019, cerca de 66%, sendo que 25% não comprarão presentes. Também foi reparado que 51% dos entrevistados gastarão mais que no ano de 2018.

Grande parte dos entrevistados pretendem gastar mais que R$ 100,00 em presentes para o Natal, sendo a sua maioria entre R$ 100,00 e R$ 300,00. A minoria pretendem gastar até R$ 50,00 ou mais que R$ 300,00.

Em relação ao tipo de produto para presente, o preferido dos consumidores entrevistados serão produtos ligados ao vestuário.

O que chama a atenção é que mais de 50% dos entrevistados irão comprar no comércio local, esquentando a economia do município. Apenas 23% das pessoas que responderam a pesquisa, irá comprar somente na internet.

Para o economista e Professor da Unemat, Feliciano Azuaga, o que também aquece o comércio local é a ida de consumidores até os estabelecimentos com a companhia de crianças

“E é bem interessante, as famílias tem o abito de levar pro estabelecimento comercial que a criança acaba escolhendo o brinquedo, e como o brinquedo ocupa os primeiros lugares (da pesquisa para intenção de compra) como presente de natal, isso fortalece o comércio local”, disse Feliciano.

Coletiva de Imprensa com Economista
Feliciano em coletiva de imprensa. Foto: Rômalo Bessa / 93 FM.

Também foi feita uma pesquisa com os empresários do município, para saber qual a estratégia utilizada para aumentar as vendas de Natal. A maioria respondeu que será através de promoções ou descontos e 15% farão sorteio de prêmios e brindes.

Feliciano Azuaga, economista, disse que grande parte dos empresários encontram dificuldade na contratação de profissionais qualificados para o trabalho

“O que mais chamou atenção é que (aproximadamente – inaudível) metade deles falou que têm problemas em vários setores da sua empresa, no operacional, no financeiro, na parte de vendas, no atendimento ao público. E quando a gente vai detalhar, eles apontam que o problema está na formação, então muita gente quer trabalhar mas não tem os requisitos, a habilidade e experiência necessária para assumir aquela posição de colaborador “ e para finalizar, o economista falou que a maior dificuldade dos empresários está na contratação de vendedores

“Eles acabam apontando o setor de vendas, então assim, existe uma grande necessidade por vendedores na cidade mas esse é um dos segmentos que tem a maior carência de pessoas”

Você pode acompanhar mensalmente os relatórios das pesquisas feitas pela CDL, ouvindo o Jornal da 93, seja no Rádio, Facebook ou YouTube.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies
Open chat