Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Comissão da Rodoviária conclui trabalhos e pede rescisão do contrato de concessão

0 156

A Comissão Especial que apurou o contrato de concessão nº 063/2016 e a execução das obras para construção, exploração comercial e da gerência do Novo Terminal Rodoviário de Sinop, finalizou os trabalhos nesta segunda-feira (10). Três vereadores compunham a comissão, Leonardo Visera (PP) – presidente, Dilmair Callegaro (PSDB) – relator e Tony Lennon (MDB) – membro.

Nomeada pela portaria 053/2019, a comissão iniciou os trabalhos no dia 15 de fevereiro do decorrente ano e teve ao todo 115 dias para analisar o contrato de concessão e encontrar o motivo da não execução das obras. O relatório final foi entregue durante a 18ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sinop, pelo relator.

Foram realizadas três oitivas, nas quais prestaram informações: Paulo Abreu – Diretor Executivo da ProdeUrbs, Jaime Dallastra – Diretor Executivo da AGER; Ivan Schneider – Procurador Jurídico da Prefeitura e o empresário José Virgílio – proprietário do Grupo JVF Ltda SPE, empresa contratada para gerir a rodoviária de Sinop.

Como resultado final, a comissão concluiu que a empresa não teve condições de executar o contrato. Que a mesma descumpriu prazos e exigências do contrato, como por exemplo, o protocolo de pranchas das plantas em desconformidade com as regras vigentes, com a finalidade de ganhar tempo até que conseguisse um comprador para lucrar com a obra.

Diante disso, solicitou ao Executivo a aplicação de multas à empresa conforme especificação da Cláusula Décima Sétima do contrato de concessão, rescisão do contrato vigente e a abertura de uma nova licitação para contratação de nova empresa para construir e gerir a rodoviária municipal.

“Ficou mais que claro para nós que a empresa não tem interesse em continuar com o contrato e que não tem condições de executar o projeto. Até o momento ela apenas tentou ganhar tempo e lucrar com a obra, vendendo-a para outra empresa. Aguardamos que o Executivo atenda as recomendações desta comissão, rescindindo o contrato e abra o mais breve possível uma nova licitação”, comentou Visera.

O relatório foi encaminhado ao Ministério Público Estadual (MPE), Procuradoria Jurídica do Município e ao Grupo JVF LTDA SPE.

Veja a conclusão e as recomendações da comissão, na íntegra, abaixo:

Conclusão
Para esta comissão restou constatada através de declarações em oitivas e análise dos documentos emitidos pelo PRODEURBS, que o Grupo JVF LTDA SPE protocolou as pranchas das plantas em desconformidade com a licitação, apenas para ganhar tempo, na tentativa de conseguir um comprador e então lucrar com a venda, porque o mesmo não teve condições de executar o projeto.

Recomendações:
1. Aplicação de multas à empresa por descumprimento de prazos, conforme especificadas na Cláusula Décima Sétima do Contrato de Concessão nº063/2016.


2. Rescisão do Contrato de Concessão nº 063/2016, por descumprimento de contrato por parte do Grupo JVF LTDA SPE, conforme constatação desta comissão através de oitivas e análises de documentos.


3. Abertura de novo processo licitatório para contratação de empresa para execução das obras para construção, operação, administração, manutenção, exploração comercial e da gerência do novo Terminal Rodoviário de Sinop. (Com assessoria)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies