Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Colisões frontais diminuem na BR-163

0 199

O número de colisões frontais e traseiras no trecho concessionado da BR-163 caiu 7% de janeiro a junho de 2019. Os acidentes são os que mais resultam em vítimas, devido a intensidade do choque e a gravidade dos envolvidos. No primeiro semestre deste ano foram registradas 377 colisões destes tipos. No mesmo período do ano passado foram 402.

O gerente de Operações da Rota do Oeste, Wilson Ferreira, destaca que a redução no número de acidentes mais graves, como as colisões frontais e traseiras, pode ser considerada um dos motivos para a queda de óbitos na BR-163. De janeiro a junho deste ano, a taxa foi 23% menor ao ano passado.

“O índice de vítimas fatais em colisões frontais e traseiras é maior do que em outros tipos de acidentes. Por isso, a queda é tão representativa. Entre as causas dessas colisões estão as ultrapassagens forçadas ou irregulares, alta velocidade e a falta de atenção. Por isso, a Concessionária reforça aos usuários quanto ao respeito às leis de trânsito e manobras realizadas”, pontua Ferreira.

Conforme levantamento da Rota do Oeste, os acidentes mais frequentes no primeiro semestre de 2019 permaneceram iguais ao ano passado, sendo colisão traseira (19%), saída de pista (17%) e colisão transversal (11%). Já as colisões frontais foram a causa de 2,9% dos registros.

Ainda de acordo com o levantamento da Concessionária, os homens foram os principais envolvidos nos acidentes do primeiro semestre na BR-163. A taxa ficou em 76,9% das vítimas, sendo que em 50,7% dos casos eles eram os condutores dos veículos. (Com assessoria)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies