Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Cobra é capturada em canil de residência; veja dicas de bióloga

No período de chuvas é corriqueiro o aparecimento de animais peçonhentos nas residências

Uma cobra da espécie Boipeva (waglerophis merremi) também conhecida como cobra-chata, foi capturada no canil de uma residência que fica no bairro Boa Nova 1, em Alta Floresta, na manhã desta terça-feira (5) .

O canil está desativado e os bombeiros militares tiveram um pouco de trabalho para retirar o réptil do local. Um vídeo feito no momento da captura mostra dois integrantes da corporação retirando a cobra do canil. Eles utilizaram de ganchos para pegá-la.

Após ser capturada, o réptil foi solto em uma região de mata.

Sendo uma serpente, a boipeva realiza um achatamento dorsal ventral do corpo, enrola a cauda, podendo ou não levantá-la, e abre muito a boca a ponto de exibir a mucosa e os dentes.

A reação ainda inclui a ocorrência de botes, que podem ou não resultar em uma mordida. Todas essas ações, ou parte delas, podem acontecer ao mesmo tempo. A boipeva vive na terra e tem ampla presença distribuída pelo território brasileiro, sobretudo em áreas mais abertas e secas, como as do Cerrado e da Caatinga. De hábito diurno, é uma espécie comum, mas que apresenta grande variação de estrutura e forma com diferentes padrões de cores e desenhos.

O ofídio de aproximadamente um metro, podendo chegar até dois metros, estava agressiva, porém, não é venenosa, após a captura a cobra, solta em área nativa do município. (Com informações do Nativa News)

Período de chuvas

No período de chuvas é corriqueiro o aparecimento de animais peçonhentos nas residências, visto que esses bichos saem de suas “tocas” em busca de alimentos e também outros esconderijos.

Além de cobras é comum a presença de escorpiões, aranhas e lacraias. Por isso é importante que os quintais estejam sempre limpos e bem cuidados, além de ser feita uma dedetização nas casas.

Acompanhe a entrevista com a bióloga Fabíula Bento, da Gomez Dedetizadora, que esteve no programa Manhã 93 e tirou algumas dúvidas sobre esse assunto.

Inscreva-se no canal da 93 FM no YouTube e receba os vídeos em primeira mão

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies
Open chat