Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Artilharia Antiaérea é estudada por militares em Operação Macuxi

Essa operação consiste em um exercício no terreno de adestramento, combinando atitudes ofensivas e defensivas contra forças irregulares.

A artilharia antiaérea foi estudada por militares que participaram da Operação Macuxi, realizada no período de 25 de outubro a 04 de novembro, pela 1ª Brigada de Infantaria de Selva, em Boa Vista, no Estado de Roraima. No total, a operação contou com a participação de 1.500 militares do Exército Brasileiro.

Essa operação consiste em um exercício no terreno de adestramento, em operações básicas, e foi concebida como uma manobra de dupla ação no contexto do amplo espectro, combinando atitudes ofensivas e defensivas contra forças irregulares.

Foi realizada, ainda, a integração de capacidades não existentes nas organizações militares orgânicas da 1ª Bda Inf Sl, como Engenharia de Combate, Aviação do Exército, Artilharia Antiaérea e Operações Especiais.

O desdobramento das organizações militares diretamente subordinadas (OMDS) à brigada ocorreu na região sul do estado de Roraima, nas localidades de Serra Grande I e II, munícipio do Cantá. A Base Logística de Brigada (BLB) foi instalada em Rorainópolis, a uma distância de aproximadamente 186 km.

Artilharia Antiaérea é estudada por militares em Operação Macuxi
A Base Logística de Brigada (BLB) foi instalada em Rorainópolis, a uma distância de aproximadamente 186 km. (Foto: 1ª Bda Inf Sl)

As tropas tiveram a oportunidade de serem adestradas em operações como marcha para o combate, ataque coordenado, ataque à localidade, assalto aero móvel, operações de inteligência, reconhecimento, vigilância e aquisição de alvos com emprego de guiamento aéreo avançado.

Também foram estudadas, ultrapassagem, substituição, ação retardadora, defesa em posição, defesa de ponto forte, defesa de área de combate, operações contra forças irregulares e tiro de Artilharia com Observador Avançado em plataforma aérea e embarcado em balsa.

A Brigada de Infantaria Pára-quedista participou da atividade com uma bateria do 8º Grupo de Artilharia de Campanha Pára-quedista e elementos da Companhia de Precursores Pára-quedista e do Batalhão de Dobragem, Manutenção de Pará-quedas e Suprimentos pelo Ar, que se encontravam na Guarnição de Boa Vista em cooperação de instrução daquela Grande Unidade com a 1ª Bda Inf Sl.

Houve a participação da Força Aérea Brasileira com seus aviões de caça Super Tucano e um avião de transporte Bandeirante. A FAB adestrou seus meios aéreos, realizando o apoio aéreo aproximado, o lançamento de paraquedistas e o ressuprimento aéreo, inseridos no contexto da operação.

Na oportunidade, foi realizada uma ação cívico-social com atendimentos médicos e odontológicos para a população, a revitalização de escolas da comunidade e o aproveitamento das tropas do 6º Batalhão de Engenharia de Construção na manutenção da rede de estradas e pontes da região do exercício em prol das comunidades locais. (Com assessoria / 1ª Bda Inf Sl)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies