Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Após índice elevado em casos de dengue, Sinop terá força tarefa

Em 2019 o município registrou 2.270 casos relacionados à dengue.

0 21

O município de Sinop registrou um alto índice no número de manifestações em casos de dengue, no ano de 2019, sendo um dos maiores números do Estado de Mato Grosso. No ano de 2018, em Sinop, foram registrados 699 casos, já em 2019 o município registrou 2.270 casos relacionados à dengue.

Com os números elevados, a Prefeitura Municipal de Sinop iniciou uma força tarefa para eliminar o mosquito transmissor da doença, o Aedes Aegypti. A ação é tomada a partir das Secretarias Municipais de Saúde, Meio Ambiente, Obras e Educação, além da participação de seus agentes e parceria com entidades da sociedade civil organizada.

Prefeitura de Sinop inicia força tarefa para eliminar o Aedes aegypti
Prefeitura de Sinop inicia força tarefa para eliminar o Aedes aegypti. (Foto: Assessoria)

A fiscalização de imóveis será reforçada para combater os criadouros do mosquito da dengue, e de acordo com a secretária de Meio Ambiente, Ivete Malman, a verdadeira intenção não é a punição mas sim a sensibilização da população.

“Não é o intuito da secretaria a fiscalização e a punição, portanto a sensibilização de todos. Mantenham seus lotes limpos, não permitam que façam descarte nesses imóveis”, disse a secretária municipal de Meio Ambiente.

Também cabe a secretaria, a limpeza de imóveis de propriedade da Prefeitura Municipal e, de acordo com a secretária, Ivete Malman, esses lotes públicos não devem ser destino de descarte de resíduos.

“Cabe à nós a manutenção, nós já temos um cronograma de limpeza. Mas é importante frisar a população que utiliza essas áreas institucionais do município para descarte irregular, também não deve ocorrer esse tipo de ação, uma vez que não são locais apropriados”, finalizou a secretária.

De acordo com o coordenador do Centro de Endemias, Cesário Rocha, o município de Sinop já estava há cerca de 10 anos livre do aumento do número de casos da dengue.

“Nós atribuímos principalmente a esse grande aumento de casos, um relaxamento da população, porque há tanto tempo – há dez anos – a gente não tinha um grande aumento assim, então a população viu que estava tranquila a situação e deu uma relaxada”, disse Cesário.

Além do relaxamento da população, Cesário ainda disse que o aumento no número de casos da dengue também se deve à volta do vírus tipo 2, que circulou no município – por sua última vez – no ano de 2009.

“Faz 10 anos que esse vírus não circulava aqui, e como a pessoa fica imune a cada tipo de vírus que ela pega e tinha muito tempo que o tipo 2 fazia muito tempo que não circulava, praticamente toda a nossa cidade está exposta à esse vírus”, disse o coordenador do Centro de Endemias.

O vírus (tipo 2) ainda pode ser muito mais agressivo do que os tipos 1 3 e 4, segundo informações de médicos. Em Sinop foram registrados dois casos de morte suspeitos por dengue, sendo um no final do ano de 2019, de uma criança do bairro Jardim Maringá. O caso ainda está sendo fechado pelo Estado.

Em transmissão do Jornal da 93, na página do Facebook da 93 FM, vários ouvintes fizeram relatos de lotes baldios com a presença de lixo e entulhos. Uma moradora, identificada como Leidy Francisco, escreveu nos comentários da live.

“Eu não sei o que fazer mais na Rua Rosana no bairro Maria Carolina tem um verdadeiro lixão onde é acumulado todos os tipos de insetos o dono diz fazer reciclagem”.

Já Erika He Rafael comentou, “Passo todos os dia na jacarandá eles limpa toda semana mas vai nos bairro um caos de Mato a sujeira por não coloca caçambas”, finalizou o comentário.

Em reunião na manhã dessa quarta-feira (08), ficou acordado entre a Prefeitura, através das secretarias e entidades, a união de esforços para diminuir os índices de infestações do Aedes aegypti.

 

Confira as principais informações de Sinop e região no Jornal da 93

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies