Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

VÍDEO: Advogado é executado a tiros na frente do próprio escritório

O advogado de 52 anos, foi executado a queima roupa, na frente do seu próprio escritório. Ainda não se sabe as motivações deste crime. Acesse e veja as imagens do exato momento do homicídio.

O advogado Francisco de Assis da Silva, 52 anos, mais conhecido como “Chiquinho da Fassil”, foi executado a ‘tiros de .12’, à queima roupa, na frente de seu escritório, localizado na Rua Niterói, em São José dos Quatro Marcos (315 km da Capital), na tarde desta segunda-feira (11).

Uma ambulância do município foi acionada para socorrer a vítima, mas quando a equipe médica chegou apenas constatou a morte do advogado na rua.

A Polícia Militar (PM) isolou o local do homicídio e comunicou o fato à Delegacia de Polícia Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

Câmeras de segurança instaladas na região registraram o momento em que o advogado estava parado na calçada. Nesse instante, dois homens, de calça jeans, blusa de manga cumprida e boné, atravessam a rua correndo, se aproximam de Chiquinho, ‘descarregam’ as armas e fogem.

A vítima ficou caída na calçada até que o resgate e as autoridades fossem comunicados do crime.

Ainda não há informações sobre quem seriam os atiradores e a motivação do assassinato.

Os peritos analisaram as condições em que o corpo foi encontrado e o perímetro do homicídio para coletar informações que ajudem a determinar as circunstâncias e identificar os assassinos.

Em seguida, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia, que vai determinar a causa clínica da morte antes de o corpo ser liberado para os procedimentos fúnebres.

Os investigadores acompanharam os trabalhos da perícia, conversaram com possíveis testemunhas e já estão analisando as imagens das câmeras de segurança para tentar identificar os atiradores e avançar rapidamente nas apurações do caso.

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso (OAB-MT), emitiu nota lamentando a morte do advogado, onde diz que ‘recebeu com muita tristeza e consternação a notícia sobre este crime de extrema violência’, onde ainda expressou condolências aos familiares e amigos ressaltando a brutalidade do homicídio.

A OAB ressaltou que entrou em contato com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), onde argumentou sobre a violência empregada na ação criminosa e pediu urgência na apuração e elucidação dos fatos.

“Lastimável, um crime brutal. Já contatei o secretário de Estado, a Inteligência da Sesp e todos estão mobilizados para desvendar os fatos”, diz o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos.

Veja as imagens da execução do Advogado

(Com Repórter MT)

Leia Também –

Acompanhe outras notícias no Jornal Integração

 

 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies
Open chat