Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Regional suspende tratamento de diálise por falta de pagamento; SES aponta burocracia

0 78

Os pacientes que necessitam do tratamento de Diálise, realizado no Hospital Regional de Sinop, não poderão fazer o procedimento pois a unidade suspendeu os atendimentos nesta terça-feira (23). O motivo seria um atraso no pagamento para a prestação do referido serviço.

Um ofício emitido pelo diretor do hospital, Jean Carlos Alencar da Silva, ao Escritório Regional de Saúde (ERS), confirma a situação. “Tal fato ocorre em virtude de fluxos de pagamento, temos expectativas para restabelecer a atividade em breve”, diz trecho do documento.

O documento afirma que os atendimentos que já são realizados não serão alterados, ou seja, continuarão normalmente.

Outro lado
A Secretaria de Estado de Saúde (SES), confirmou para a Rádio 93 FM, que o fluxo do pagamento desse serviço de Diálise está dentro do prazo estipulado pelo Ministério da Saúde, para os repasses à nefrologia. Entretanto a SES argumenta que a burocracia para tal pagamento influencia na demora desses repasses.

Também garante que as dívidas deixadas pela gestão anterior atrapalham a regularização dos repasses. “Diante da circunstância a SES ainda esclarece que está empenhada na efetivação do repasse referente à competência de abril”.

Sobre os novos pacientes que necessitarem desse tratamento, a SES garantiu que eles serão regulados para outra unidade hospitalar.

A Diálise
O termo diálise é originário da palavra grega “diálusis”, que significa separação e dissolução. A diálise é uma técnica que substitui, embora apenas de forma parcial, algumas das funções do rim e, à exceção da transplantação renal, não existe nenhuma outra alternativa para atingir os mesmos fins.

Durante o tratamento dialítico, o sangue do doente vai sendo “limpo” das substâncias tóxicas dialisáveis e enriquecido nas que se encontram em falta. Apesar de a diálise não substituir totalmente a função dos seus rins, designadamente no que respeita à produção das substâncias essenciais (eritropoietina e vitamina D ativa), pode proporcionar-lhe uma qualidade e uma esperança de vida aceitáveis.

A diálise é um tratamento definitivo para os doentes que, em virtude das suas características individuais, não possam ser submetidos a transplantação renal. Nos doentes candidatos a transplantação, a diálise é, apenas, um tratamento alternativo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies