Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Projeto em escolas transforma crianças em pequenos escritores

0 67

Estudantes de três escolas municipais de Sinop vivenciaram, nesta semana, momentos inéditos em suas trajetórias acadêmicas. Participantes de projetos de leitura e escrita desenvolvidos em sala de aula, eles foram autores de obras diversas e contendo uma gama de histórias – de poema a narrativas. As construções foram apresentadas à comunidade durante noites de autógrafos realizadas na EMEI Tempo de Infância, EMEB Rodolfo Valter Kunze e EMEI Vinícius de Moraes.

Na EMEI Tempo de Infância, no bairro Daury Riva, o trabalho coletivo denominou-se “A Casa dos Bonecos com Vida”, uma produção editorial concebida a partir de um projeto das educadoras Lenir Guedes e Alcina, voltado à introduzir os temas literatura para crianças e a vida das plantas no contexto da Educação Infantil. “‘A Casa de Bonecos com Vidas’ é uma forma muito divertida e simples de introduzir poesia e plantas na Educação Infantil. Ao mesmo tempo, através do lúdico na construção dos bonecos, suporte para compreender sobre a vida das plantas de uma forma dinâmica e prazerosa”, destaca a professora Lenir Guedes.

Para as famílias dos pequenos escritores da EMEI Tempo de Infância, palavras como orgulho e emoção definiram o momento e a dinâmica implementada com os pequenos, como destaca Michele Paiva, mãe da pequena Ana Luiza, aluna da escolinha. “Muito orgulhosa. Muito gratificante ver que ela conseguiu se desenvolver tão bem no decorrer de todo esse ano. Não tenho outra palavra. Acho de extrema importância e que seja um exemplo para toda as escolas e professores, pois partiu, também, das professoras em se dedicarem e darem importância àquilo que as crianças falam dentro da sala de aula. Estão de parabéns”, destacou a mãe.

Crianças escritoras
Foto: Assessoria

Miriam Carvalho, mãe da estudante Ana Carolina, da EMEI Tempo de Infância, também falou sobre o momento. “É muito orgulho ver o desenvolvimento deles e acho muito interessante o ensino que os professores dão a eles. Fiquei muito feliz. Ela estava muito animada para mostrar o trabalho dela”. Eliseu Carvalho, pai de Ana Carolina, conta que a filha cresceu intelectualmente nestes quatros anos de EMEI Tempo de Infância e, agora, está pronta para seguir novos caminhos já em uma nova escola municipal. “Ela está aqui desde os 2 aninhos de idade. Ao longo destes quatro anos a gente viu o desenvolvimento o quanto isso foi bom para ela”, contou, manifestando agradecimento e reconhecimento à qualidade de ensino recebido pela filha.

Para a diretora da EMEI Tempo de Infância, Soeli Batista, ouvir dos próprios pais o retorno quanto aos trabalhos desenvolvidos na escola reafirma a qualidade do ensino público municipal e dos professores. “Quando a gente pode ouvir da boca de um pai a gente fica realmente emocionada por saber que aquilo que está sendo desenvolvido aqui dentro está tendo um diferencial na vida da criança”, destaca Soeli.

Nas escolas EMEB Valter Kunze e EMEI Tempo de Infância, o  desenvolvimento dos livros se deu por intermédio do projeto Letrinhas do Saber, idealizado pela escritora e jornalista Maria da Paz Sabino, reforçando as práticas pedagógicas de leitura e escrita realizadas em sala de aula pelos docentes. A iniciativa tem o apoio da Prefeitura de Sinop, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura (S.M.E.E.C).

Escritora Maria da Paz Sabino – Foto: Assessoria

“No Letrinhas do Saber o objetivo é exatamente este, ou seja, contribuir com a escola nestas produções literárias. Todo o trabalho é desenvolvido pelas escolas, pelos professores que trabalham muito bem. Neste caso, a própria escola, professor, criança, produzem o livro. É importante essa abertura que a Secretaria de Educação está nos dando e que os diretores nos permitam entrar e mostrar este trabalho. Isso está sendo não somente para a escola, mas para as famílias”, comemorou Maria da Paz Sabino.

Mãe do pequeno Bruno Alex, a advogada e funcionária pública Daniela Sevignani comentou sobre as mudanças proporcionadas pela escola na vida do filho. “A primeira palavra é gratidão por ele estar em uma escola maravilhosa que incentiva a leitura, a escrita, e gratidão por poder presenciar essa vitória do meu filho. Sempre o incentivo muito e fico orgulhosa mesmo”, comemorou Daniela.

Silvane Resende, mãe do pequeno Davi, também acompanhou, orgulhosa, o pequeno. “Esse livro é a história dele. Vejo como início de um grande futuro, o início de uma carreira brilhante que é o menino e a bola. Sou grata à Deus pela escola, pela professora. Ele está no segundo ano e estas duas professoras, até agora, porque foi onde ele aprendeu tudo. Chegou sem saber vogais, alfabeto e, hoje, está escrevendo um livro”, disse animada.

Diretora da EMEB Valter Kunze, a professora Elza Nunes, faz menção ao esforço de todos os professores da unidade para a concretização deste sonho. “É um momento de orgulho porque você vê todo o trabalho de uma equipe. No final do ano, vê sendo concluído aquilo que feito com tanto carinho e dedicação. Vê, também, a alegria das crianças em poder publicar o seu próprio livro”, resumiu a diretora.

Na EMEI Vinícius de Moraes, o a festa de lançamento contou com apresentações culturais realizadas, também, pelas crianças. “Eu gostei de fazer meu livro, escrever meu nome, ver meu livrinho”, disse o pequeno Gabriel, da escola Vinícius Kishiner.

“O trabalho das professoras em sala é maravilhoso. A vontade era muito grande de tornar isso um registro para se guardar para sempre. A Maria [da Paz], em conversa, veio trazer a proposta da Culturaria e falou da possibilidade deste momento, em ter as crianças como escritoras. Quando ela disse, me encantei mais ainda. As professoras abraçaram. Hoje, nosso agradecimento, além da Maria, às professoras da EMEI Vinícius de Moraes que tornaram esse momento possível”, enfatizou Adriani Coleto, diretora EMEI Vinicius de Moraes. (Com assessoria)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies