Mesmo com tempo úmido, equipes da Semtra estão, desde terça-feira (2), trabalhando na recuperação da Estrada do Pau Oco, que teve de ser interditada na segunda-feira (1.ª).Além dela, outros pontos exigem ação imediata: a Estrada Ferla; uma estrada que margeia o Assentamento Jonas Pinheiro e também a via que passa nas proximidades do Abrigo Municipal de Cães e Gatos.

“Já mapeamos estes pontos e as equipes estão de prontidão para agir assim que o tempo permitir”, destaca o titular da Secretaria de Transportes (Semtra), Leonir Capitâneo.

Em outra frente, Marcelo Lincoln monitora, junto com secretários municipais de Sinop, Vera, Ipiranga do Norte e Lucas do Rio Verde, a situação desta microrregião para que, havendo necessidade, seja decretado estado de emergência.

Para o presidente do Sindicato Rural, a situação das estradas não é a ideal, mas as vias, de forma geral, ainda estão em condições razoáveis de trafegabilidade. A maior preocupação do líder dos produtores sorrisenses é com relação à colheita.

“Estamos há seis dias sem conseguir entrar com maquinário no campo e é possível ver lavouras com soja brotando e soja estragada”, lamenta, informando que ainda não é possível estimar possíveis perdas.  Só depois que esta soja chegar aos armazéns é que isso poderá ser avaliado”. A esperança do agricultor está no sol, que “há de brilhar mais uma vez” e pelo tempo necessário para que os produtores possam escoar o fruto da safra 20/21.

O prefeito Ari Lafin reforça que deve tomar agendas positivas com os municípios da região, em busca infraestrutura em outras esferas para as vicinais, visto que muitas delas são rodovias estaduais.

(FOTO: ASSESSORIA)

“Estamos sempre atentos para contribuir com nossos produtores, que são a força-motriz não só de Sorriso, mas de todo o Brasil, visto que no agro encontramos as raízes que permitem crescer em diversos outros ramos da economia”. pontua o Prefeito.