Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Ódio Nas Redes: Até Onde Iremos Para Destruir o Próximo?

O Ódio Nas Redes Tem Preocupado Cada Vez Mais os Especialistas

Com a popularização das mídias digitais, as redes sociais tornaram-se parte do nosso dia a dia. No entanto, algo que tem se popularizado tanto quanto as mídias digitais é o ódio nas redes, um assunto que vemos comumente estampado nos canais de comunicação e notícias.

Todos os dias presenciamos pessoas, de anônimas a celebridades, sendo vítimas do ódio nas redes, e os motivos são os mais variados possíveis, podendo ser um novo visual, um look, uma atitude ou até mesmo uma opinião ou expressão nas redes sociais.

O que nos leva a um importante questionamento: Até onde iremos para destruir o próximo?

Inicialmente é importante compreendermos que o ódio nas redes tem se fundido com a liberdade de expressão, sendo de grande relevância que saibamos distinguir o nosso direito de se expressar com o ato de violentar alguém psicologicamente através de nossos comentários.

A liberdade de expressão está prevista no artigo 5° da Constituição Federal, que descreve:

“Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade”.

Assim, a liberdade de expressão refere-se ao direito que todos temos de expressar nossas opiniões e pensamentos sem o receio de sofrer qualquer tipo de censura seja por parte do governo ou de qualquer indivíduo de nossa sociedade.

Dessa forma, até onde estamos usando nosso direito de se expressar para ofender o próximo? Ou até mesmo, até onde nossas atitudes nas redes podem influenciar o destino de uma pessoa? Será que estamos sendo capazes de usar nosso direito de se expressar de forma adequada ou estamos deturpando seu conceito para espalhar o ódio através das redes?

Pois bem, estas são reflexões que temos que analisar a fundo, avaliando-nos como seres humanos e colocando nossos valores em cheque através de nossos comentários e julgamentos através das redes sociais.

Ódio nas redes: Até onde iremos para destruir o próximo?

Ódio nas redes

As redes sociais ampliaram de forma significativa o alcance de nossa opinião, o que por um lado é bom, pois podemos nos posicionar e expressar nossos pensamentos e ideais para elevarmo-nos como seres humanos e também enquanto sociedade.

No entanto, esse benefício torna-se altamente destrutivo quando usamos nosso direito de se expressar através das redes para criticar, julgar, ofender e até mesmo exercer efeitos psicológicos danosos a outras pessoas.

Comumente vemos pessoas sendo julgadas através das redes sociais, o que nos leva a uma importante questão: Em nosso dia a dia, praticamos ações dignas de julgamentos de outras pessoas? Qual seria a opinião de outras pessoas ao nos acompanhar de perto em nosso dia a dia?

Como seres humanos, estamos constantemente suscetíveis a erros e acertos, sendo seres em constante processo de evolução, onde, muitas vezes, do erro fazemos uma oportunidade de evoluir e uma fonte de aprendizado.

Pois como sabemos, é demasiado difícil percorrer os caminhos que surgem à nossa frente, por vezes erramos, outras acertamos, temos vontade de desistir, procuramos motivos para seguir, nos sentimos cansados, nos sentimos mal compreendidos, nos sentimos sozinhos, e vemos que a vida é feita de aprendizados.

Então por que não somos capazes de nos unirmos, de usar nossa liberdade de expressão para nos erguermos e não para nos destruir, pois de nossas falhas e erros temos a chance de nos avaliarmos interiormente e assim evoluirmos enquanto seres humanos.

Que nossas palavras sejam frutos de expressões positivas, com o intuito de fazer o próximo evoluir, de auxiliá-lo em sua jornada, e não como uma fonte de destruição, que espalha o ódio sem analisar quais serão as consequências.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies