Ouça a Rádio PRIME FM Ao Vivo

Assista a Prime FMOuça a Prime FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Motorista fura bloqueio e tem caminhão apedrejado em Rondonópolis

O motorista queria continuar o trajeto e não aderiu a paralisação, gerando uma confusão e tumulto. O veículo foi apedrejado e teve a frente danificada; Veja o vídeo.

Caminhão que tentou furar bloqueio de caminhoneiros manifestantes do ‘7 de setembro’ na BR-364, antes da ‘Ponte do Rio Vermelho’, em Rondonópolis (212 km da Capital), na manhã desta quarta-feira (08), foi apedrejado e teve a frente danificada pelos protestantes.

De acordo com as imagens, gravadas pelos próprios manifestantes, é possível acompanhar o tumulto e a discussão com o motorista que queria continuar o trajeto e não aderiu a paralisação, que começou no feriado e continua em várias rodovias do Brasil.

É possível ver ainda um senhor ‘pendurado’ na porta do caminhão conversando com o motorista e acalmando os demais protestantes, que pareciam muito exaltados.

Um protesto que grava o tumulto narra que o motorista furou o bloqueio, quase atropelou diversas pessoas, mas que foi seguido e o caminhão bloqueado na pista.

Após toda a discussão, o motorista se dá por vencido e diz que vai estacionar o veículo à margem da rodovia. O ‘cinegrafista’ ainda ressalta o prejuízo causado ao motorista.

“Olha aqui em Rondonópolis, 8 de setembro. O cara tentou furar o bloqueio com veneno, entendeu? Quase atropelou o pessoal lá em cima, passou correndo tudo e agora ele parou aqui antes da ponte do Rio Vermelho, mas parou porquê o pessoal atravessou na frente tá bom. Não vem que não passa gente. Agora ele vai parar, mas vai ter um prejuízo considerável, engraçadinho”, disse o manifestante enquanto outros pedem para abrir caminho para o caminhão estacionar.

Confira as imagens

(Com Repórter MT)

Leia Também –

Acompanhe outras Notícias no Jornal da 93FM 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies