Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM

Criança de 12 anos comete suicídio em Guarantã do Norte

Uma criança, de 12 anos, moradora do bairro Jardim Aeroporto no município de Guarantã do Norte, cometeu suicídio nesta segunda-feira (4).

0 150

Uma criança, de 12 anos, moradora do bairro Jardim Aeroporto no município de Guarantã do Norte, cometeu suicídio nesta segunda-feira (4). As informações que constam no Boletim de Ocorrência da Polícia Militar são de que o menino estaria sofrendo bullying de alguns colegas, em uma escolinha.

O B.O. foi registrado por volta das 19h30min. O irmão mais velho da criança teria ido buscar o irmão caçula na creche, momento em que o menino teria aproveitado para cometer o ato de suicídio. Ao voltar para casa, o garoto de 12 anos foi encontrado pelo irmão caído no chão, com uma sacola de supermercado na cabeça e ao lado do corpo, um frasco de aerosol.

Quando a Polícia chegou até o local, o Corpo de Bombeiros já havia sido acionado para o atendimento. Segundo uma testemunha, dias atrás a criança foi impedida pela própria prima de cometer suicídio com um pedaço de corda, após sofrer bulliyng de colegas. A presença de membros da Polícia Judiciária Civil e Politec foi solicitada, o caso será analisado.

O ato fúnebre está marcado para as 12h00 desta terça-feira (5), na Capela Mortuária Municipal, e o sepultamento do corpo da criança acontece às 17h00. (Redação 93 FM com O Território / Diego)

Consequências do Bullying

O Bullying pode trazer diversas consequências na vida de uma pessoa, independentemente da idade. Segundo especialistas, a pessoa que sofre esse tipo de julgamento, pode mudar o seu comportamento, ficando mais agressiva ou mais quieta, inclusive ocasionando mutilação no próprio corpo.

Os casos mais comuns acontecem com crianças e adolescentes, que recebem algum tipo de julgamento negativo sobre o peso, a aparência, ideias, modo de agir, entre outros adjetivos. Muitos casos de bullying podem se agravar e levar a vítima a cometer suicídio.

A escola pode ser identificada como um dos lugares em que um número maior de crianças ou o adolescentes podem sofrer bullying, interferindo na relação pessoal, escolar e familiar. Alguns especialistas dizem que o bullying é uma forma de agressão, e qualquer criança não se reportaria à escola ou aos seus familiares, pelo fato serem sensíveis à possíveis comportamentos.

Esse tipo de agressão pode ser considerado crime na legislação brasileira, e a pessoa que cometer esse ato pode ser penalizada, e em determinados casos a vítima pode ser indenizada. As pessoas que praticam o bullying, também podem ser identificadas na fase da adolescência onde procuram insultar o colega de forma constrangedora.

Entre as motivações que podem levar uma pessoa a cometer suicídio, também estão as relações amorosas, os conflitos de família, jogos bizarros como o da ‘baleia azul’, entre outros fatores. Os casos de bullying podem levar a pessoa à depressão.

Para se aprofundar no assunto, você pode clicar nos links abaixo, respectivamente, onde o jornalista da Rádio 93 FM, Anderson Hentges, entrevista a Secretária de Educação do município de Sinop, Veridiana Paganotti. No vídeo, ela explica como identificar e combater o bullying nas escolas.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies