Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Cascavel é encontrada em amontoado de madeira em chácara de Alta Floresta

Cobra foi solta em uma área de preservação permanente há cerca de 65 quilômetros do município conhecida como Estrada da Pista do Cabeça.

0 164

Uma cobra Cascavel, com cerca de 70 cm de comprimento, foi encontrada em um amontoado de madeiras em um barracão de uma chácara próxima de Alta Floresta na manhã de quarta-feira (19). Um homem a encontrou enquanto fazia a limpeza do local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, após encontrar o animal, o homem fez a captura e levou a cobra até o quartel.

Os bombeiros entraram em contato com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) para obter mais informações sobre a real espécie da serpente como também qual o local mais apropriado para realizar a soltura do animal, levando em conta critérios técnicos ambientais, já que nunca houve registro do aparecimento de serpente dessa espécie na cidade e ao entorno.

O órgão ambiental realizou o levantamento de uma área onde há a incidência destes animais e, no final da tarde desta quinta-feira (20), dois militares do 7º Batalhão de Alta Floresta e mais uma agente do IBAMA fizeram a realocação da serpente numa área de preservação permanente há cerca de 65 quilômetros do município, com acesso pela Rodovia MT-325, conhecida como Estrada da Pista do Cabeça.

A unidade do IBAMA de Alta Floresta informou que buscará mais informações acerca do aparecimento da cascavel na região onde foi encontrada para fins de registro e acompanhamento destes animais caso apareçam próximo da área urbana.

O Réptil

Conforme o Instituto Fiocurz, no Brasil, a Cascavel pode ser encontrada em campos abertos de cerrados, áreas pedregosas e secas.

As Cascavéis são perigosas, mas não agressivas e fogem rapidamente quando avistadas. A espécie encontrada no Brasil possui veneno neurotóxico, que atua no sistema nervoso e faz com que a vítima tenha dificuldades de locomoção e respiração. Diferente de seus parentes da América do Norte, que possuem propriedades proteolíticas (necrosante).

A cascavel é venenosa, possui um chocalho na extremidade da cauda. Muda de pele de 2 a 4 vezes por ano e, a cada vez que isso ocorre, acrescenta um novo anel no chocalho. Alimenta-se de pequenos roedores. A reprodução é vivípara e ocorre no período de novembro a fevereiro. Em média nascem de 16 a 24 filhotes. (Com assessoria)

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies