Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

Carreta tomba e derruba mais de 500 kg de cocaína escondida no meio da carga

A carreta estaria transportando uma carga de algodão e acabou tombando após uma abordagem da PRF e PJC em Barra do Garças.

Mais de 500 quilos de cocaína foram encontrados em meio a uma carga de algodão, que foi derrubado em um tombamento de uma carreta Volvo / FH 460, de cor branca. O caso aconteceu no município de Barra do Garças, na tarde desta quarta-feira (19).

O condutor do veículo, um homem de 39 anos e, um passageiro, de 30, foram conduzidos até o Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A operação foi registrada pela PRF e a Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE / PJC / MT).

Com os suspeitos, haviam  R$ 3.650 em dinheiro, além de uma nota de dólar e dinheiro boliviano. Desconfiando que o entorpecente poderia estar escondido entre a carga de caroço de algodão, o veículo foi encaminhado para o pátio para ser descarregado, ocasião em que o motorista perdeu o controle da direção e tombou o caminhão deixando visível os pacotes de entorpecentes.

De acordo com relatos dos suspeitos, eles teriam pego o veículo em Cuiabá, porém a nota fiscal da carga seria originada em Sapezal, com destino à Mauá (SP). O veículo já vinha sendo monitorado na BR-070, há cerca de 20 dias.

As investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) iniciaram, há cerca de três meses, para apurar a atuação de uma quadrilha que foi presa em Pontes e Lacerda, por envolvimento com crimes de roubo, receptação de veículos e tráfico de drogas.

Segundo o delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, cada tablete de cocaína tem o valor estimado de R$ 22 mil, causando um prejuízo aproximado de R$ 10 milhões ao tráfico de drogas no estado de Mato Grosso.

“As investigações continuam em andamento na DRE para identificar em prender outras pessoas ligadas ao grupo criminoso, tratando-se de tráfico interestadual com aumento de pena”, explicou o delegado.

O trabalho contou com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e da Delegacia Regional de Barra do Garças. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia Federal de Barra do Garças/MT. (Com Secom / PRF MT e PJC MT)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitoLeia Mais

Politica de Privacidade & Cookies