Rádio 93FM
Com você onde você for.

Ouça a Rádio 93FM Ao Vivo

Assista a Rádio 93FM Ouça a Rádio 93FM

Ouça a Rádio 93FM



Assista a Rádio 93FM

BR-163 será licitada em leilão para concessão no próximo mês

O grupo que oferecer a menor tarifa de pedágio assumirá a administração pedagiada, também terá que investir R$ 1,42 bilhão na rodovia, além de construir a a ferrovia Ferrogrão. Saiba mais...

0 3.575

No próximo dia 25, a rodovia BR-163 será licitada em leilão, para concessão por dez anos, pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), no trecho de 970 quilômetros entre Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá) e Itaituba (PA), onde opera o terminal portuário de Miritituba, no Rio Tapajós.

O grupo que oferecer a menor tarifa de pedágio assumirá a administração pedagiada nessa importante via de integração do Brasil interior.

O grupo vencedor da concessão terá que investir R$ 1,42 bilhão na rodovia, sendo R$ 1 bilhão para recuperação e manutenção e R$ 420 milhões para sua ampliação e melhoria no período concedido.

Um relatório do ministro Benjamin Zymler, do Tribunal de Contas da União, em dezembro do ano passado, aponta que a concessionária embolsará R$ 4,4 bilhões nos dez anos de sua atuação.

O trecho que será concedido inclui 30 quilômetros da BR-230, a rodovia Transamazônica, entre as localidades de Campo Verde e Miritituba, na margem direita do Rio Tapajós, diante de Itaituba. Nesse trajeto, em comum, as rodovias são consideradas remontadas, num linguajar rodoviário.

Isso por conta da perspectiva de que, nesse período, seja construída a ferrovia Ferrogrão, com trilhos paralelos à rodovia ao logo de seu percurso, o que esvaziará o fluxo de caminhões.

Estratégica para o escoamento de commodities agrícolas de Sorriso, Luca do Rio Verde, Nova Mutum, Sinop, Tapurah, Santa Rita do Trivelato, Ipiranga do Norte, Santa Carmem e outros municípios do Norte de Mato Grosso, a BR-163 sofreu questionamentos políticos no Pará.

Discretamente, setores políticos em Belém tentaram dificultar sua concessão, temendo o desenvolvimento de Itaituba e municípios do entorno, que formam a região de influência de Santarém.

Há uma rivalidade muito grande entre a capital paraense e essa cidade, que luta pela criação do Estado do Tapajós.

Já em Mato Grosso, todos os usuários pagarão nas duas praças de cobrança, no trajeto entre o trevo com a MT-220, que demanda a Juara, e a divisa no Município de Guarantã do Norte, cruzando as cidades de Itaúba, Nova Santa Helena, Terra Nova do Norte, Peixoto de Azevedo, Matupá e Guarantã do Norte, onde é intenso o tráfego de curta distância.

Com a concessão desse novo trecho, a BR-163 será pedagiada de Cuiabá a Itaituba, uma vez que a concessionária Rota do Oeste a explora entre a capital mato-grossense e Sinop.

(Com Diário de Cuiabá)

Leia também- Motorista Bate Em Entregador E Foge Sem Prestar Socorro

Acompanhe essa e outras informações no Jornal da 93FM

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Politica de Privacidade & Cookies