NOVIDADES

Oito dias de campo apresentam cultivares de soja convencional em Mato Grosso

Dia de campo mostra integração lavoura-pecuária no norte de Mato Grosso

Dia de campo mostra resultados da ILPF no sul de Mato Grosso

Suco Detox

Dicas Domésticas da Semana

Mulher Maravilha 2017

Gincana do Amor

3 Dicas de como aliviar a TPM

LoL – O jogo mais jogado no mundo.

Triplo Rock

mulheres-empoderadas-depoimentos-de-famosas

As mulheres estão cada vez mais empoderadas e influentes.

Veja alguns depoimentos de mulheres bem-sucedidas que são adeptas e apoiam o feminismo e seus objetivos.

Mulheres Empoderadas

Começando com nossa rainha Beyoncé, que falou sobre o feminismo à revista Elle:

“Eu coloco a definição de feminista na minha música ‘Flawless’ e na minha turnê, não por propaganda ou para proclamar ao mundo que eu sou feminista, mas para deixar claro o verdadeiro significado. Eu não tenho certeza que as pessoas sabem ou entendem o que é feminismo, mas é muito simples: é alguém que acredita em direitos iguais para homens e mulheres. Eu não entendo a conotação negativa do mundo ou porque isso deveria excluir o sexo oposto.

Se você é um homem que acredita que sua filha deve ter as mesmas oportunidades e direitos que seu filho, então você é feminista. Nós precisamos que homens e mulheres entendam os duplos padrões que ainda existem no mundo, e nós precisamos ter uma conversa de verdade sobre isso, então podemos começar a fazer mudanças.”

Nossa musa Anitta também falou sobre o feminismo recentemente à AFP:

“Sim. Eu como mulher tento fazer a minha parte. Falta muito ainda para que todas nós tenhamos direitos iguais.

O machismo no Brasil é muito grande. Mas acredito na mudança. Juntas somos mais fortes.”

Taylor Awift também falou sobre o assunto à revista Maxim;

“Sinceramente, eu não tinha uma definição exata de feminismo quando era mais nova. Eu não percebia todas as formas que o feminismo é vital para crescer nesse mundo. Acho que quando costumava dizer ‘Ah, feminismo não está muito no meu radar’, era porque, quando eu era vista como uma criança, eu não era tão ameaçadora.

Eu não me via sendo oprimida até eu me tornar uma mulher. Não via duplo sentido nas manchetes, o duplo sentido na forma como as histórias são contadas, o duplo sentido na forma como as coisas são percebidas. 

Um homem escrever sobre seus sentimentos se mostrando vulnerável é tratado como corajoso; uma mulher escrevendo sobre seus sentimentos se mostrando vulnerável é compartilhar demais e se lamentar. Misoginia está enraizada nas pessoas desde o momento em que nascem. Então, para mim, o feminismo é provavelmente o movimento mais importante que você poderia abraçar, porque é basicamente apenas outra palavra para igualdade”

 

Leave a Reply